NOTÍCIAS

Nação Zumbi se apresenta em Montreux com o The Young Gods

Show faz parte de parceria entre Brasil e Suíça

por Marcos Lauro em 28/05/2016

O Montreux Jazz Festival é um dos eventos mais tradicionais de música da Europa. Realizado anualmente na cidade de mesmo nome, na Suíça, o festival chega a sua 50ª edição em julho. E a Nação Zumbi vai se apresentar nessa edição – é a segunda vez do grupo no festival. A primeira foi em 1995, ainda com Chico Science.

Na verdade, essa ida faz parte de um intercâmbio entre a Suíça e o Brasil, representados por The Young Gods e a Nação. “No Carnaval desse ano, o Franz [Treichler, vocalista do Young Gods] veio ao Brasil e participou de alguns shows da Nação. Agora ele quis fazer esse intercâmbio e nos escolheu novamente”, explica Lucio Maia, guitarrista do grupo de Pernambuco, que conversou com a Billboard Brasil:

Desde quando vocês conhecem o The Young Gods? Qual a ligação entre as duas bandas?
A gente se conheceu em 1995, quando fomos pra Montreux, ainda com o Chico Science. Nessa época, a gente conhecia a banda só pela TV. O Fabio Massari tocava muito os clipes deles na MTV. Ficamos impressionados com o som dos caras ao vivo. Em 2015, o Franz, vocalista, veio pro Brasil e quis tocar com a gente. Foi um déjà vu incrível! Passou um filme na nossa cabeça. E agora, no último Carnaval, ele voltou pra participar de mais shows.

Vocês tocaram juntos na última Virada Cultural, mas os shows serão diferentes a partir de agora, certo?
Sim, ali foi só uma participação deles no nosso show. Agora é uma parceria mesmo, com as duas bandas juntas no palco.

Eles já foram conhecidos como a banda mais barulhenta do mundo, por tocarem muito alto. Como tem sido isso?
Tá muito alto, todo mundo sai surdo do ensaio. É um ambiente insalubre! [risos]. O Hendrix já dizia, né, que ele precisava daquele aparato todo pra passar sua mensagem. E ele nem era um músico medíocre, que precisava fazer barulho pra aparecer. É a mesma coisa com eles. E a Nação sempre tocou muito alto também, então sem problemas [risos].

E pra essa volta pra Montreux, qual é a expectativa?
Muito grande. A gente está ansioso pra voltar. E o The Young Gods é muito grande lá.

Antes do show na Suíça, as bandas se apresentam em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Veja um trecho do ensaio:

Serviço:
Nação Zumbi e The Young Gods
Cine Joia
26/5 – 23h
Ingressos: de R$ 25 a R$ 70 na bilheteria ou Live Pass www.livepass.com.br

Circo Voador
27/5 – 22h
Ingressos: de R$ 40 a R$ 100 na bilheteria ou Ingresso Rápido www.ingressorapido.com.br

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Pegada que Desgrama
Naiara Azevedo
2
Rapariga Não (Part. Simone & Simaria)
João Neto & Frederico
3
Dona Maria (Part. Jorge)
Thiago Brava
4
Apelido Carinhoso
Gusttavo Lima
5
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Nação Zumbi se apresenta em Montreux com o The Young Gods

Show faz parte de parceria entre Brasil e Suíça

por Marcos Lauro em 28/05/2016

O Montreux Jazz Festival é um dos eventos mais tradicionais de música da Europa. Realizado anualmente na cidade de mesmo nome, na Suíça, o festival chega a sua 50ª edição em julho. E a Nação Zumbi vai se apresentar nessa edição – é a segunda vez do grupo no festival. A primeira foi em 1995, ainda com Chico Science.

Na verdade, essa ida faz parte de um intercâmbio entre a Suíça e o Brasil, representados por The Young Gods e a Nação. “No Carnaval desse ano, o Franz [Treichler, vocalista do Young Gods] veio ao Brasil e participou de alguns shows da Nação. Agora ele quis fazer esse intercâmbio e nos escolheu novamente”, explica Lucio Maia, guitarrista do grupo de Pernambuco, que conversou com a Billboard Brasil:

Desde quando vocês conhecem o The Young Gods? Qual a ligação entre as duas bandas?
A gente se conheceu em 1995, quando fomos pra Montreux, ainda com o Chico Science. Nessa época, a gente conhecia a banda só pela TV. O Fabio Massari tocava muito os clipes deles na MTV. Ficamos impressionados com o som dos caras ao vivo. Em 2015, o Franz, vocalista, veio pro Brasil e quis tocar com a gente. Foi um déjà vu incrível! Passou um filme na nossa cabeça. E agora, no último Carnaval, ele voltou pra participar de mais shows.

Vocês tocaram juntos na última Virada Cultural, mas os shows serão diferentes a partir de agora, certo?
Sim, ali foi só uma participação deles no nosso show. Agora é uma parceria mesmo, com as duas bandas juntas no palco.

Eles já foram conhecidos como a banda mais barulhenta do mundo, por tocarem muito alto. Como tem sido isso?
Tá muito alto, todo mundo sai surdo do ensaio. É um ambiente insalubre! [risos]. O Hendrix já dizia, né, que ele precisava daquele aparato todo pra passar sua mensagem. E ele nem era um músico medíocre, que precisava fazer barulho pra aparecer. É a mesma coisa com eles. E a Nação sempre tocou muito alto também, então sem problemas [risos].

E pra essa volta pra Montreux, qual é a expectativa?
Muito grande. A gente está ansioso pra voltar. E o The Young Gods é muito grande lá.

Antes do show na Suíça, as bandas se apresentam em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Veja um trecho do ensaio:

Serviço:
Nação Zumbi e The Young Gods
Cine Joia
26/5 – 23h
Ingressos: de R$ 25 a R$ 70 na bilheteria ou Live Pass www.livepass.com.br

Circo Voador
27/5 – 22h
Ingressos: de R$ 40 a R$ 100 na bilheteria ou Ingresso Rápido www.ingressorapido.com.br