NOTÍCIAS

Nick Mason sugere que novo álbum não é a despedida do Pink Floyd

por em 11/11/2014
Enqu
anto David Gilmour manteve a ideia de que The Endless River seria o último trabalho do Pink Floyd, algumas declarações de Nick Mason sugerem que há mais material inédito do grupo vindo por aí. Em entrevista à Billboard americana, o baterista revelou o desejo de outros integrantes em reformular trabalhos antigos. “Eu sei que Roger Waters e David Gilmour mencionaram várias vezes que gostariam de fazer um remix de Animals (1977), que talvez seja um de nossos álbuns com menor qualidade de gravação. Provavelmente nós limparíamos algumas fitas e faríamos uma revisão sobre o que pode ser melhorado. Mas nenhum de nós tem isso no cronograma no momento.” Mason também contou que existem planos de lançar um projeto visual do Pink Floyd. “Eu passei muito tempo de minha vida juntando arquivos de vídeo da banda e seria muito interessante divulgar isso em algum momento. Recentemente, há uma abundância de filmes e vídeos que contam a história de uma banda. Nosso único problema é conseguir registros de momentos muito antigos de nossa carreira. Não gravamos nada da nossa turnê nos anos 1970 e seria bem interessante resgatar a fase de Dark Side Of The Moon. De qualquer forma, acredito que temos material o suficiente para entreter os fãs. Eventualmente, teremos tempos para trabalhar nisso.” The Endless River, primeiro disco de inéditas do grupo britânico em 20 anos, foi lançado nesta semana. O álbum duplo conta com 18 faixas compostas por David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright – que morreu em 2008 –, gravadas na época das sessões para The Division Bell, disco de 1993. Roger Waters, que deixou o grupo em 1985, não se envolveu no projeto. Gilmour declarou que o álbum seria a despedida da célebre banda britânica. “Bem, Rick [Wright] se foi. Este será o último projeto que nós faremos”, disse o músico ao The Guardian. “Estou certo de que não haverá algo depois disso. Minha esposa, Polly, achou que a última música, “Louder Than Words”, é ótima para partir. Uma forma de descrever a simbiose que temos. Ou tivemos.”
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Nick Mason sugere que novo álbum não é a despedida do Pink Floyd

por em 11/11/2014
Enqu
anto David Gilmour manteve a ideia de que The Endless River seria o último trabalho do Pink Floyd, algumas declarações de Nick Mason sugerem que há mais material inédito do grupo vindo por aí. Em entrevista à Billboard americana, o baterista revelou o desejo de outros integrantes em reformular trabalhos antigos. “Eu sei que Roger Waters e David Gilmour mencionaram várias vezes que gostariam de fazer um remix de Animals (1977), que talvez seja um de nossos álbuns com menor qualidade de gravação. Provavelmente nós limparíamos algumas fitas e faríamos uma revisão sobre o que pode ser melhorado. Mas nenhum de nós tem isso no cronograma no momento.” Mason também contou que existem planos de lançar um projeto visual do Pink Floyd. “Eu passei muito tempo de minha vida juntando arquivos de vídeo da banda e seria muito interessante divulgar isso em algum momento. Recentemente, há uma abundância de filmes e vídeos que contam a história de uma banda. Nosso único problema é conseguir registros de momentos muito antigos de nossa carreira. Não gravamos nada da nossa turnê nos anos 1970 e seria bem interessante resgatar a fase de Dark Side Of The Moon. De qualquer forma, acredito que temos material o suficiente para entreter os fãs. Eventualmente, teremos tempos para trabalhar nisso.” The Endless River, primeiro disco de inéditas do grupo britânico em 20 anos, foi lançado nesta semana. O álbum duplo conta com 18 faixas compostas por David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright – que morreu em 2008 –, gravadas na época das sessões para The Division Bell, disco de 1993. Roger Waters, que deixou o grupo em 1985, não se envolveu no projeto. Gilmour declarou que o álbum seria a despedida da célebre banda britânica. “Bem, Rick [Wright] se foi. Este será o último projeto que nós faremos”, disse o músico ao The Guardian. “Estou certo de que não haverá algo depois disso. Minha esposa, Polly, achou que a última música, “Louder Than Words”, é ótima para partir. Uma forma de descrever a simbiose que temos. Ou tivemos.”