NOTÍCIAS

O próximo álbum de Miley “não é um álbum de Miley”

por em 25/08/2015

As informações fornecidas pelos representantes de Miley Cyrus sobre suas novas músicas têm sido bem confusas. Nos últimos anos, a cantora tem trabalhado em dois projetos simultâneos: um álbum solo e um em colaboração com o The Flaming Lips.

O líder da banda de Oklahoma, Wayne Coyne, apelidou a iniciativa em conjunto com a cantora de “Miley Cyrus and Her Dead Pets” (“Miley Cyrus e Seus Animais Mortos”, talvez um tributo ao seu falecido cachorro, Floyd). Em uma recente entrevista à Marie Claire, a ex-Hannah Montana disse que quer que esse segundo disco seja gratuito. Seu empresário, Adam Leber, foi além e afirmou que “se a RCA não tivesse topado esse plano, ela estava preparada para sair da marca”.

 

Uma fonte próxima à cantora ligou para a Billboard na segunda-feira (24/08) para esclarecer algumas coisas acerca do projeto de Miley com o The Flaming Lips. Ela recusou-se a fornecer o título do álbum, o número de músicas (Coyne disse que são sete) ou quem lançará o disco – ou como ele será lançado –, mas deu alguns detalhes sobre o projeto.

“Não é um disco de Miley”, insistiu. “É um projeto que ela tem trabalhado com o The Flaming Lips. É incrível, só que é preciso entender que não é um típico álbum de Miley – nós não queremos que haja confusão no mercado”, explicou. “É um tipo de rock psicodélico, mas as composições de Miley têm mais tendência pop, então é uma mistura legal dos dois”, continou a fonte. “Mas, no final das contas, é Miley.” A descrição é semelhante ao que Coyne disse à Billboard em maio: “Algumas coisas me lembram Portishead e Pink Floyd.”

Duas supostas músicas do próximo lançamento já vazaram na internet: “Tiger Dreams” e “Freaky”.

O novo disco é "um retorno à época em que as pessoas lançavam álbuns que eram sinérgicos, e não apenas uma coleção de músicas”, contou o informante. “Ela está super animada. The Flaming Lips é a banda favorita de Miley e ela sempre quis trabalhar com eles. Eu acho que as pessoas ficarão realmente surpresas.”

A fonte afirmou que Miley ainda tem um contrato com a RCA Records, independentemente de quem lance o projeto com o The Flaming Lips. “A RCA tem sido uma parceira fenomenal”, afirmou. “Eles deixam o artista ser um artista e não há hostilidade. Eles foram parte disso desde o começo."

O CEO da RCA, Peter Edge, recusou-se a comentar sobre o lançamento com o Flaming Lips, mas confirmou à Billboard que Miley “está com a RCA”. “Nós temos um relacionamento ótimo com ela e não houve qualquer tipo de término.”

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

O próximo álbum de Miley “não é um álbum de Miley”

por em 25/08/2015

As informações fornecidas pelos representantes de Miley Cyrus sobre suas novas músicas têm sido bem confusas. Nos últimos anos, a cantora tem trabalhado em dois projetos simultâneos: um álbum solo e um em colaboração com o The Flaming Lips.

O líder da banda de Oklahoma, Wayne Coyne, apelidou a iniciativa em conjunto com a cantora de “Miley Cyrus and Her Dead Pets” (“Miley Cyrus e Seus Animais Mortos”, talvez um tributo ao seu falecido cachorro, Floyd). Em uma recente entrevista à Marie Claire, a ex-Hannah Montana disse que quer que esse segundo disco seja gratuito. Seu empresário, Adam Leber, foi além e afirmou que “se a RCA não tivesse topado esse plano, ela estava preparada para sair da marca”.

 

Uma fonte próxima à cantora ligou para a Billboard na segunda-feira (24/08) para esclarecer algumas coisas acerca do projeto de Miley com o The Flaming Lips. Ela recusou-se a fornecer o título do álbum, o número de músicas (Coyne disse que são sete) ou quem lançará o disco – ou como ele será lançado –, mas deu alguns detalhes sobre o projeto.

“Não é um disco de Miley”, insistiu. “É um projeto que ela tem trabalhado com o The Flaming Lips. É incrível, só que é preciso entender que não é um típico álbum de Miley – nós não queremos que haja confusão no mercado”, explicou. “É um tipo de rock psicodélico, mas as composições de Miley têm mais tendência pop, então é uma mistura legal dos dois”, continou a fonte. “Mas, no final das contas, é Miley.” A descrição é semelhante ao que Coyne disse à Billboard em maio: “Algumas coisas me lembram Portishead e Pink Floyd.”

Duas supostas músicas do próximo lançamento já vazaram na internet: “Tiger Dreams” e “Freaky”.

O novo disco é "um retorno à época em que as pessoas lançavam álbuns que eram sinérgicos, e não apenas uma coleção de músicas”, contou o informante. “Ela está super animada. The Flaming Lips é a banda favorita de Miley e ela sempre quis trabalhar com eles. Eu acho que as pessoas ficarão realmente surpresas.”

A fonte afirmou que Miley ainda tem um contrato com a RCA Records, independentemente de quem lance o projeto com o The Flaming Lips. “A RCA tem sido uma parceira fenomenal”, afirmou. “Eles deixam o artista ser um artista e não há hostilidade. Eles foram parte disso desde o começo."

O CEO da RCA, Peter Edge, recusou-se a comentar sobre o lançamento com o Flaming Lips, mas confirmou à Billboard que Miley “está com a RCA”. “Nós temos um relacionamento ótimo com ela e não houve qualquer tipo de término.”