NOTÍCIAS

Organizadora do Glastonbury foi ameaçada por convidar Kanye West

por em 29/05/2015

Emily Eavis, uma das organizadoras do festival inglês Glastonbury revelou que recebeu ameaças de morte por convidar Kanye West para ser a atração principal do festival, em junho.

Emily – filha do fundador do Glastonbury, Michael Eavis e provável responsável pelo festival quando seu pai se aposentar – falou com o tablóide britânico The Evening Stand sobre as consequências do seu convite ao rapper.

"Eu recebi ameaças de morte. Foi horrível. Foi uma loucura. Estava saindo do controle. Nós estávamos na revista Time, em todos os canais de notícias norte-americanos dizendo que ele viria. Foi uma grande investida mundial", disse Emily.

West foi um dos primeiros artistas a serem confirmados no Glastonbury 2015, apesar da sua inclusão não ter sido uma escolha popular. Uma petição online foi lançada em março para cortar a apresentação do rapper. Mais de 134 mil pessoas já assinaram a petição, intitulada "Cancelem a atração principal de Kanye West e arrumem uma banda de rock”.

Ao que parece, Kanye está desagradando em ambos os continentes. O rapper foi vaiado nesta semana enquanto assistia ao jogo de basquete do Golden State Warriors contra o Houston Rockets (e foi vaiado também no Billboard Music Awards).

O rapper tocará no Glastonbury sete anos após o controverso show de Jay Z no festival, em 2008. Na época, Jay – que foi o primeiro artista de hip hop a se tornar atração principal do Glastonbury – foi atacado por não ser "rock" o suficiente para ter o destaque, mas no final conquistou os críticos.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Organizadora do Glastonbury foi ameaçada por convidar Kanye West

por em 29/05/2015

Emily Eavis, uma das organizadoras do festival inglês Glastonbury revelou que recebeu ameaças de morte por convidar Kanye West para ser a atração principal do festival, em junho.

Emily – filha do fundador do Glastonbury, Michael Eavis e provável responsável pelo festival quando seu pai se aposentar – falou com o tablóide britânico The Evening Stand sobre as consequências do seu convite ao rapper.

"Eu recebi ameaças de morte. Foi horrível. Foi uma loucura. Estava saindo do controle. Nós estávamos na revista Time, em todos os canais de notícias norte-americanos dizendo que ele viria. Foi uma grande investida mundial", disse Emily.

West foi um dos primeiros artistas a serem confirmados no Glastonbury 2015, apesar da sua inclusão não ter sido uma escolha popular. Uma petição online foi lançada em março para cortar a apresentação do rapper. Mais de 134 mil pessoas já assinaram a petição, intitulada "Cancelem a atração principal de Kanye West e arrumem uma banda de rock”.

Ao que parece, Kanye está desagradando em ambos os continentes. O rapper foi vaiado nesta semana enquanto assistia ao jogo de basquete do Golden State Warriors contra o Houston Rockets (e foi vaiado também no Billboard Music Awards).

O rapper tocará no Glastonbury sete anos após o controverso show de Jay Z no festival, em 2008. Na época, Jay – que foi o primeiro artista de hip hop a se tornar atração principal do Glastonbury – foi atacado por não ser "rock" o suficiente para ter o destaque, mas no final conquistou os críticos.