NOTÍCIAS

Os 21 artistas com mais Grammy na história

Veja os maiores ganhadores da premiação que é realizada desde 1957

por Redação em 09/02/2017

O Grammy é a premiação mais importante da música. A festa ocorre desde 1957 e é a opinião da indústria sobre os artistas.

GRAMMY CONSAGRA E, AO MESMO TEMPO, PREJUDICA ADELE AO VIVO – DE NOVO

Reunimos na galeria abaixo os artistas que mais levaram estatuetas para casa. De nomes consagrados como Paul McCartney até menos famosos como Alison Krauss, veja a relação:

Georg Solti, 31 prêmios

Maestro falecido em 1997, trabalhou nas companhias de Munique, Frankfurt, Londres e, especialmente, na Chicago Symphony Orchestra, onde passou muitos anos. Seu último prêmio, no ano da sua morte, foi o de Melhor Gravação de Ópera para Wagner: “Die Meistersinger Von Nurnberg”.

Divulgação

Quincy Jones, 27 prêmios

O arranjador, produtor e artista solo aparece em mais de 10 categorias diferentes, de música infantil a rap. Seu primeiro prêmio foi em 1964 como Melhor Arranjo de Música Instrumental para “I Can’t Stop Loving You”, de Count Basie.

Divulgação

Alison Krauss, 27 prêmios

A cantora country de 45 anos reúne seus prêmios nas categorias country e bluegrass, entre 1990 e 2015.

Divulgação

Pierre Boulez, 26 prêmios

O maestro ganhou seus Grammy interpretando trabalhos de renomados compositores do século XX como Bela Bartók, Alban Berg e Claude Debussy. Além do trabalho nos palcos, Boulez tem importância como criador de diversas entidades de ensino musical na França e na Suíça. Faleceu em janeiro de 2016.

Divulgação

Vladimir Horowitz, 25 prêmios

Considerado um dos grandes pianistas de todos os tempos, o ucraniano ganhou seus Grammy entre os anos 1960 e 1990 – incluindo prêmios para álbuns solo e com orquestra. Morreu em 1989.

Divulgação

Stevie Wonder, 25 prêmios

O músico é o único na história da premiação a levar oito Grammy em dois anos consecutivos – 1973 e 1974. Isso se deve à sequência Innervisions e Fulfillingness' First Finale em sua discografia. Em 1976, ele levaria mais quatro prêmios com Songs in the Key of Life.

Divulgação

John Williams, 23 prêmios

Compositor de trilhas para cinema, é responsável pela música de Tubarão, Star Wars e A Lista de Schindler, entre outras.

Divulgação

Chick Corea, 22 prêmios

O músico e compositor é atualmente o artista com mais vitórias do jazz no Grammy. Além disso, Corea tem também quatro prêmios Latin Grammy devido a suas composições voltadas ao jazz latino.

Divulgação

U2, 22 prêmios

A banda de Bono e companhia é a recordista do rock no Grammy. Seus prêmios mais recentes são de 2005.

Divulgação

Beyoncé, 22 prêmios

A cantora concorre em nove categorias no Grammy 2017 e tem potencial para ultrapassar seus concorrentes nessa lista – um dele, inclusive, seu marido. Além de suas vitórias, Queen Bey acumulou 53 indicações, mais do que qualquer outra artista feminina.

Divulgação

Jay Z, 21 prêmios

Além das suas músicas solo, o rapper deve alguns de seus prêmios a parcerias com Beyoncé, Rihanna e Justin Timberlake.

Divulgação

Kanye West, 21 prêmios

Quando o assunto é Grammy, o polêmico rapper mostra que não vive apenas do que fala – o seu trabalho é reconhecido e respeitado pela indústria. Nesse ano, afirmou que não vai à premiação, mesmo concorrendo a oito prêmios.

Divulgação

Vince Gill, 21 prêmios

O cantor e compositor é o maior ganhador do country masculino no Grammy. Somente na década de 1990, foram 14 vitórias.

Divulgação

Al Schmitt, 21 prêmios

Nome forte das categorias técnicas, Schmitt levou seus prêmios pela engenharia de som ou mixagem de artistas como Ray Charles, Natalie Cole, Chick Corea e Paul McCartney, entre outros.

Divulgação

Henry Mancini, 20 prêmios

O compositor é responsável por trilhas de TV e filmes como Peter Gunn e A Pantera Cor de Rosa. Mancini estreou no Grammy de forma histórica, com cinco estatuetas em 1961.

Divulgação

Pat Metheny, 20 prêmios

Um dos nomes mais celebrados do jazz ganhou seu primeiro Grammy em 1982 e seguiu sendo premiado pelas quatro décadas seguintes.

Divulgação

Bruce Springsteen, 20 prêmios

O roqueiro começou sua história no Grammy em 1985, com “Dancing In The Dark” e a estátua de Melhor Performance Rock Vocal Masculina. Seu prêmio mais atual é na mesma categoria (que perdeu apenas a separação por gênero, concorrendo agora homens e mulheres) com “Working On A Dream”, em 2010.

Divulgação

Tony Bennett, 18 prêmios

Com 90 anos recém completados, Bennett ganhou metade de seus prêmios a partir de 2002.

Divulgação

Aretha Franklin, 18 prêmios

Aretha é a rainha do R&B no Grammy. Seu primeiro prêmio foi com “Respect”, em 1968, e continuou ganhando consecutivamente até 1975.

Divulgação

Paul McCartney, 18 prêmios

Em 1964, levou o prêmio de Revelação com os Beatles – troféu não contabilizado nessa galeria. Seus prêmios da carreira solo são como artista, compositor e arranjador. Entre as indicações, as curiosas Melhor Canção Rap e Melhor Performance Rap para "All Day" de Kanye West com Theophilus London e Allan Kingdom.

Divulgação

Jimmy Sturr, 18 prêmios

Dos 25 Grammy já premiados pela polca, Jimmy Sturr ganhou 18 deles, incluindo 13 vitórias para Melhor Álbum de Polka. Ele provavelmente permanecerá como o maior artista de polca ganhador de Grammy na história (dada a descontinuação da categoria).

Divulgação

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Os 21 artistas com mais Grammy na história

Veja os maiores ganhadores da premiação que é realizada desde 1957

por Redação em 09/02/2017

O Grammy é a premiação mais importante da música. A festa ocorre desde 1957 e é a opinião da indústria sobre os artistas.

GRAMMY CONSAGRA E, AO MESMO TEMPO, PREJUDICA ADELE AO VIVO – DE NOVO

Reunimos na galeria abaixo os artistas que mais levaram estatuetas para casa. De nomes consagrados como Paul McCartney até menos famosos como Alison Krauss, veja a relação:

Georg Solti, 31 prêmios

Maestro falecido em 1997, trabalhou nas companhias de Munique, Frankfurt, Londres e, especialmente, na Chicago Symphony Orchestra, onde passou muitos anos. Seu último prêmio, no ano da sua morte, foi o de Melhor Gravação de Ópera para Wagner: “Die Meistersinger Von Nurnberg”.

Divulgação

Quincy Jones, 27 prêmios

O arranjador, produtor e artista solo aparece em mais de 10 categorias diferentes, de música infantil a rap. Seu primeiro prêmio foi em 1964 como Melhor Arranjo de Música Instrumental para “I Can’t Stop Loving You”, de Count Basie.

Divulgação

Alison Krauss, 27 prêmios

A cantora country de 45 anos reúne seus prêmios nas categorias country e bluegrass, entre 1990 e 2015.

Divulgação

Pierre Boulez, 26 prêmios

O maestro ganhou seus Grammy interpretando trabalhos de renomados compositores do século XX como Bela Bartók, Alban Berg e Claude Debussy. Além do trabalho nos palcos, Boulez tem importância como criador de diversas entidades de ensino musical na França e na Suíça. Faleceu em janeiro de 2016.

Divulgação

Vladimir Horowitz, 25 prêmios

Considerado um dos grandes pianistas de todos os tempos, o ucraniano ganhou seus Grammy entre os anos 1960 e 1990 – incluindo prêmios para álbuns solo e com orquestra. Morreu em 1989.

Divulgação

Stevie Wonder, 25 prêmios

O músico é o único na história da premiação a levar oito Grammy em dois anos consecutivos – 1973 e 1974. Isso se deve à sequência Innervisions e Fulfillingness' First Finale em sua discografia. Em 1976, ele levaria mais quatro prêmios com Songs in the Key of Life.

Divulgação

John Williams, 23 prêmios

Compositor de trilhas para cinema, é responsável pela música de Tubarão, Star Wars e A Lista de Schindler, entre outras.

Divulgação

Chick Corea, 22 prêmios

O músico e compositor é atualmente o artista com mais vitórias do jazz no Grammy. Além disso, Corea tem também quatro prêmios Latin Grammy devido a suas composições voltadas ao jazz latino.

Divulgação

U2, 22 prêmios

A banda de Bono e companhia é a recordista do rock no Grammy. Seus prêmios mais recentes são de 2005.

Divulgação

Beyoncé, 22 prêmios

A cantora concorre em nove categorias no Grammy 2017 e tem potencial para ultrapassar seus concorrentes nessa lista – um dele, inclusive, seu marido. Além de suas vitórias, Queen Bey acumulou 53 indicações, mais do que qualquer outra artista feminina.

Divulgação

Jay Z, 21 prêmios

Além das suas músicas solo, o rapper deve alguns de seus prêmios a parcerias com Beyoncé, Rihanna e Justin Timberlake.

Divulgação

Kanye West, 21 prêmios

Quando o assunto é Grammy, o polêmico rapper mostra que não vive apenas do que fala – o seu trabalho é reconhecido e respeitado pela indústria. Nesse ano, afirmou que não vai à premiação, mesmo concorrendo a oito prêmios.

Divulgação

Vince Gill, 21 prêmios

O cantor e compositor é o maior ganhador do country masculino no Grammy. Somente na década de 1990, foram 14 vitórias.

Divulgação

Al Schmitt, 21 prêmios

Nome forte das categorias técnicas, Schmitt levou seus prêmios pela engenharia de som ou mixagem de artistas como Ray Charles, Natalie Cole, Chick Corea e Paul McCartney, entre outros.

Divulgação

Henry Mancini, 20 prêmios

O compositor é responsável por trilhas de TV e filmes como Peter Gunn e A Pantera Cor de Rosa. Mancini estreou no Grammy de forma histórica, com cinco estatuetas em 1961.

Divulgação

Pat Metheny, 20 prêmios

Um dos nomes mais celebrados do jazz ganhou seu primeiro Grammy em 1982 e seguiu sendo premiado pelas quatro décadas seguintes.

Divulgação

Bruce Springsteen, 20 prêmios

O roqueiro começou sua história no Grammy em 1985, com “Dancing In The Dark” e a estátua de Melhor Performance Rock Vocal Masculina. Seu prêmio mais atual é na mesma categoria (que perdeu apenas a separação por gênero, concorrendo agora homens e mulheres) com “Working On A Dream”, em 2010.

Divulgação

Tony Bennett, 18 prêmios

Com 90 anos recém completados, Bennett ganhou metade de seus prêmios a partir de 2002.

Divulgação

Aretha Franklin, 18 prêmios

Aretha é a rainha do R&B no Grammy. Seu primeiro prêmio foi com “Respect”, em 1968, e continuou ganhando consecutivamente até 1975.

Divulgação

Paul McCartney, 18 prêmios

Em 1964, levou o prêmio de Revelação com os Beatles – troféu não contabilizado nessa galeria. Seus prêmios da carreira solo são como artista, compositor e arranjador. Entre as indicações, as curiosas Melhor Canção Rap e Melhor Performance Rap para "All Day" de Kanye West com Theophilus London e Allan Kingdom.

Divulgação

Jimmy Sturr, 18 prêmios

Dos 25 Grammy já premiados pela polca, Jimmy Sturr ganhou 18 deles, incluindo 13 vitórias para Melhor Álbum de Polka. Ele provavelmente permanecerá como o maior artista de polca ganhador de Grammy na história (dada a descontinuação da categoria).

Divulgação