NOTÍCIAS

Recordar é viver: as 10 melhores performances musicais da sexta temporada de Glee

por em 21/03/2015

Por Erin Strecker

Na noite de ontem (20/03) foi ao ar o último capítulo de Glee, a comédia musical criada por Ryan Murphy em 2009. Como a gente sabe que muita gente se sente órfã quando uma série termina – principalmente uma que obteve tanto sucesso – fizemos uma lista com as dez melhores performances musicais da última temporada. Confira.

10. "Tightrope"

Esse negócio de "nova garotada do McKinley" muitas vezes provocou reações de desprezo (ninguém jamais irá gostar de Jake), mas a novidade da última temporada, Jane (Samantha Marie Ware), deu aos fãs uma razão para serem otimistas quanto aos episódios finais de Glee. Sua audição com os Warblers deu à canção de Janelle Monáe ainda mais otimismo, e – como sempre é o ideal quando se trata de Glee – nos fez querer levantar e dançar.

9. "Somebody Loves You"

Será esta a música mais tecnicamente competente que Glee já exibiu? Não. Mas tínhamos que ter alguma canção neste último episódio com apenas duas pessoas ao microfone, cantando pra valer em um porão, já que isso acabou acontecendo tantas vezes no programa. Além disso, a cover de Betty Who  mostra a química descontraída de muitos dos integrantes do elenco, que foi responsável por aumentar o sucesso das performances ao longo dos anos.

8. "Hand In My Pocket"/"I Feel The Earth Move"

Esta canção entre os recém-reunidos (e noivos!) Santana e Brittany ganha pontos de originalidade por ser um dos mais bem-sucedidos e recentes mash-ups da série (palavra que sempre gera burburinho para Glee!). Não há nenhum outro programa na televisão que teria uma ideia como essa: "Ei, vamos juntar Alanis Morissette e Carole King e ver o que acontece!". Ainda assim, Glee fez isso durante um episódio inteiro, com mais sucesso ainda no episódio da sala do coral abaixo.

7. "At Last"

Amber Riley é uma das vocalistas mais fortes da equipe de Glee e teve várias oportunidades para brilhar nos episódios finais da série. Mais notavelmente, ela cantou o clássico de Etta James (com ajuda de Kevin McHale) durante o casamento duplo de Brittany e Santana/ Kurt e Blaine. Bônus: filmagem super fofa do casamento enquanto você, de repente, começa a chorar devido ao poder da voz de Riley.

6. "What The World Needs Now"

O público sente saudades da presença de Cory Monteith no programa – ainda mais quando todos os ex-alunos se reúnem para uma montagem gloriosa sobre a vida e o amor, com uma bela canção romântica do passado ao fundo. (Desta vez, a tal celebração foi centrada no noivado de Santana e Brittany.) A química natural da gangue está exposta e as harmonias vocais são sensacionais.

5. "Time After Time"

Vamos começar pelo começo: "Time After Time", de Cyndi Lauper, é uma música fantástica, não importa onde ou quando seja tocada. O fato de ela ser usada como pano de fundo para um momento tão emocionante – como Rachel (Lea Michele) dizendo adeus a seu lar de infância e seguindo em frente juntamente com seus amigos – foi um exemplo perfeito do tipo de excelentes decisões que a equipe de Glee tomou ao longo do tempo na escolha das canções.

4. "It Must Have Been Love"

Com uma mistura agradável de clubbers de Glee mais velhos e novos, essa performance – parte de uma prática genuinamente estelar de medleys regionais – foi um excelente encerramento musical, que mostrou como os garotos ficam inspiradores, todos juntos, no palco. A melodia foi explicada como "emocionalmente devastadora", por isso, é normal você se deparar com uma enxurrada de emoções com as quais você não sabe  lidar. Kurt e Blaine também se beijaram durante a música, caso você curta esse tipo de coisa. (Sue, com certeza, curte.) Quanto menos se falar do assustador palhaço de brinquedo Sue, porém, melhor.

3. "I Know Where I've Been"

Mesmo alguns fãs mais radicais podem ter algumas coisas negativas a dizer sobre a forma, longe da ideal, com que Glee abordou determinados pontos do enredo ou quanto a problemas de continuidade. Mas, de vez em quando, eles acertaram em questões sociais e as mensagens por trás da história são realmente fantásticas – uma ideia que o programa manteve em seus últimos episódios. Quando a treinadora Beiste decidiu fazer a transição e tornar-se um homem, ela foi intimidada por alguns estudantes. Para tentar fazer com que se sentisse melhor, Unique (Alex Newell) reuniu um coro de centenas de indivíduos transgêneros para cantar uma versão poderosa de "I Know Where I've Been", do Hairspray. Os olhos de muita gente se encheram de lágrimas.

 

2. "Sing"

Todos concordam que os Warblers foram responsáveis por muitos dos melhores momentos musicais do programa, como a memorável estreia de Blaine (Darren Criss) cantando "Teenage Dream". E, quando Blaine mudou-se da Dalton Academy, uma cover alegre e perfeitamente coreografada de Ed Sheeran foi a prova de que os uniformes combinando deveriam ser obrigatórios quando se interpreta covers de músicas pop. (Além disso, ao que parece, ninguém jamais está velho demais para se juntar aos cantores e assumir o controle do show.)

1."Listen To Your Heart"

Com esse poderoso dueto, é fácil perceber porque Jesse St. James (Jonathan Groff) foi uma das estrelas convidadas favoritas dos fãs durante sua temporada de 14 episódios. Como a maioria das pessoas sabe, Groff e Michele estiveram juntos na Broadway antes de Glee, e momentos como esse fazem com que os fãs acreditem que uma volta deles esteja sendo planejada para o futuro. As vozes da dupla se complementam tão bem que torna sua química quase palpável.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Recordar é viver: as 10 melhores performances musicais da sexta temporada de Glee

por em 21/03/2015

Por Erin Strecker

Na noite de ontem (20/03) foi ao ar o último capítulo de Glee, a comédia musical criada por Ryan Murphy em 2009. Como a gente sabe que muita gente se sente órfã quando uma série termina – principalmente uma que obteve tanto sucesso – fizemos uma lista com as dez melhores performances musicais da última temporada. Confira.

10. "Tightrope"

Esse negócio de "nova garotada do McKinley" muitas vezes provocou reações de desprezo (ninguém jamais irá gostar de Jake), mas a novidade da última temporada, Jane (Samantha Marie Ware), deu aos fãs uma razão para serem otimistas quanto aos episódios finais de Glee. Sua audição com os Warblers deu à canção de Janelle Monáe ainda mais otimismo, e – como sempre é o ideal quando se trata de Glee – nos fez querer levantar e dançar.

9. "Somebody Loves You"

Será esta a música mais tecnicamente competente que Glee já exibiu? Não. Mas tínhamos que ter alguma canção neste último episódio com apenas duas pessoas ao microfone, cantando pra valer em um porão, já que isso acabou acontecendo tantas vezes no programa. Além disso, a cover de Betty Who  mostra a química descontraída de muitos dos integrantes do elenco, que foi responsável por aumentar o sucesso das performances ao longo dos anos.

8. "Hand In My Pocket"/"I Feel The Earth Move"

Esta canção entre os recém-reunidos (e noivos!) Santana e Brittany ganha pontos de originalidade por ser um dos mais bem-sucedidos e recentes mash-ups da série (palavra que sempre gera burburinho para Glee!). Não há nenhum outro programa na televisão que teria uma ideia como essa: "Ei, vamos juntar Alanis Morissette e Carole King e ver o que acontece!". Ainda assim, Glee fez isso durante um episódio inteiro, com mais sucesso ainda no episódio da sala do coral abaixo.

7. "At Last"

Amber Riley é uma das vocalistas mais fortes da equipe de Glee e teve várias oportunidades para brilhar nos episódios finais da série. Mais notavelmente, ela cantou o clássico de Etta James (com ajuda de Kevin McHale) durante o casamento duplo de Brittany e Santana/ Kurt e Blaine. Bônus: filmagem super fofa do casamento enquanto você, de repente, começa a chorar devido ao poder da voz de Riley.

6. "What The World Needs Now"

O público sente saudades da presença de Cory Monteith no programa – ainda mais quando todos os ex-alunos se reúnem para uma montagem gloriosa sobre a vida e o amor, com uma bela canção romântica do passado ao fundo. (Desta vez, a tal celebração foi centrada no noivado de Santana e Brittany.) A química natural da gangue está exposta e as harmonias vocais são sensacionais.

5. "Time After Time"

Vamos começar pelo começo: "Time After Time", de Cyndi Lauper, é uma música fantástica, não importa onde ou quando seja tocada. O fato de ela ser usada como pano de fundo para um momento tão emocionante – como Rachel (Lea Michele) dizendo adeus a seu lar de infância e seguindo em frente juntamente com seus amigos – foi um exemplo perfeito do tipo de excelentes decisões que a equipe de Glee tomou ao longo do tempo na escolha das canções.

4. "It Must Have Been Love"

Com uma mistura agradável de clubbers de Glee mais velhos e novos, essa performance – parte de uma prática genuinamente estelar de medleys regionais – foi um excelente encerramento musical, que mostrou como os garotos ficam inspiradores, todos juntos, no palco. A melodia foi explicada como "emocionalmente devastadora", por isso, é normal você se deparar com uma enxurrada de emoções com as quais você não sabe  lidar. Kurt e Blaine também se beijaram durante a música, caso você curta esse tipo de coisa. (Sue, com certeza, curte.) Quanto menos se falar do assustador palhaço de brinquedo Sue, porém, melhor.

3. "I Know Where I've Been"

Mesmo alguns fãs mais radicais podem ter algumas coisas negativas a dizer sobre a forma, longe da ideal, com que Glee abordou determinados pontos do enredo ou quanto a problemas de continuidade. Mas, de vez em quando, eles acertaram em questões sociais e as mensagens por trás da história são realmente fantásticas – uma ideia que o programa manteve em seus últimos episódios. Quando a treinadora Beiste decidiu fazer a transição e tornar-se um homem, ela foi intimidada por alguns estudantes. Para tentar fazer com que se sentisse melhor, Unique (Alex Newell) reuniu um coro de centenas de indivíduos transgêneros para cantar uma versão poderosa de "I Know Where I've Been", do Hairspray. Os olhos de muita gente se encheram de lágrimas.

 

2. "Sing"

Todos concordam que os Warblers foram responsáveis por muitos dos melhores momentos musicais do programa, como a memorável estreia de Blaine (Darren Criss) cantando "Teenage Dream". E, quando Blaine mudou-se da Dalton Academy, uma cover alegre e perfeitamente coreografada de Ed Sheeran foi a prova de que os uniformes combinando deveriam ser obrigatórios quando se interpreta covers de músicas pop. (Além disso, ao que parece, ninguém jamais está velho demais para se juntar aos cantores e assumir o controle do show.)

1."Listen To Your Heart"

Com esse poderoso dueto, é fácil perceber porque Jesse St. James (Jonathan Groff) foi uma das estrelas convidadas favoritas dos fãs durante sua temporada de 14 episódios. Como a maioria das pessoas sabe, Groff e Michele estiveram juntos na Broadway antes de Glee, e momentos como esse fazem com que os fãs acreditem que uma volta deles esteja sendo planejada para o futuro. As vozes da dupla se complementam tão bem que torna sua química quase palpável.