NOTÍCIAS

Resenha de Novas Dimensões da Cultura Pop, de Tiago Velasco

por em 11/11/2014
Publ
icação na edição de setembro de 2011.   NOVAS DIMENSÕES DA CULTURA POP TCHUBARUBA EM DEBATE Por Rodrigo Ortega “A coexistência de ídolos de massa e de nicho na música contemporânea” é o subtítulo que explica bem a ideia do livro, fruto do mestrado em Comunicação e Cultura do jornalista Tiago Velasco pela UFRJ. A “popificação” é tratada desde a era de Elvis e cabelos “ducktail” aos tempos de fotolog e sorrisos “duckface”. Parte da introdução teórica virou apêndice, para expor logo a análise mais palatável de Beatles, Madonna, Michael Jackson e Tropicália, até o “protótipo de ídolo pop no início de século 21”. Mallu Magalhães é o objeto mais interessante da pesquisa, com análise de sua chegada do MySpace à grande imprensa. A velha pergunta “surgirão novas Madonnas e Michael Jacksons?” é respondida com um “improvável”.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Apelido Carinhoso
Gusttavo Lima
2
Sua Melhor Versão
Bruno & Marrone
3
Dona Maria (Part. Jorge)
Thiago Brava
4
Rapariga Não (Part. Simone & Simaria)
João Neto & Frederico
5
Transplante (part. Bruno & Marrone)
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Resenha de Novas Dimensões da Cultura Pop, de Tiago Velasco

por em 11/11/2014
Publ
icação na edição de setembro de 2011.   NOVAS DIMENSÕES DA CULTURA POP TCHUBARUBA EM DEBATE Por Rodrigo Ortega “A coexistência de ídolos de massa e de nicho na música contemporânea” é o subtítulo que explica bem a ideia do livro, fruto do mestrado em Comunicação e Cultura do jornalista Tiago Velasco pela UFRJ. A “popificação” é tratada desde a era de Elvis e cabelos “ducktail” aos tempos de fotolog e sorrisos “duckface”. Parte da introdução teórica virou apêndice, para expor logo a análise mais palatável de Beatles, Madonna, Michael Jackson e Tropicália, até o “protótipo de ídolo pop no início de século 21”. Mallu Magalhães é o objeto mais interessante da pesquisa, com análise de sua chegada do MySpace à grande imprensa. A velha pergunta “surgirão novas Madonnas e Michael Jacksons?” é respondida com um “improvável”.