NOTÍCIAS

Resenha - Rock In Rio - A História do Maior Festival de Música do Mundo, de Luiz Felipe Carneiro

por em 05/08/2014
Rese
nha publicada na edição impressa da Billboard Brasil de setembro de 2011.ROCK IN RIO - A HISTÓRIA DO MAIOR FESTIVAL DE MÚSICA DO MUNDO (1)   Por Henrique Crespo Tem pinta de história oficial e não esconde isso, mas também não deixa de abordar episódios polêmicos como o problema que os músicos brasileiros tiveram com o som em 1985, e o prejuízo financeiro que aquela estreia do evento deu, mesmo com todo o sucesso de público. O autor faz uma análise de todos os shows citando os destaques, mas também lembra as decepções, como Al Jarreau e Geoge Benson no primeiro, e Red Hot Chili Peppers no terceiro. Mas não fica claro o que ele realmente testemunhou e o que veio de pesquisa. Não faltam depoimentos tirados da época, nas coletivas do festival, ou colhidos posteriormente. Desde nomes ligados à produção como o próprio Roberto Medina e Amin Khader – o coordenador de backstage – até artistas como Evandro Mesquita, Tony Belloto e Leo Jaime. Rock in Rio – A História do Maior Festival de Música do Mundo é dividido em três partes – uma para cada edição do festival (1985, 1991 e 2001). Os shows e os bastidores são o assunto principal, claro, mas também fala-se do contexto social da época em que foram realizados. A melhor parte é justamente a que fala do festival de 1985. Não só pelo fator representatividade, mas por reunir o maior número de histórias curiosas. Como o episódio que envolveu uma interferência de Tancredo Neves – na época já como provável futuro presidente do país – para que a obra da Cidade do Rock fosse liberada. Ou as excentricidades e chiliques dos artistas internacionais. Freddie Mercury destruiu todo o camarim sem motivo algum, e Rod Stewart danificou seriamente seu quarto de hotel, ao improvisar ali uma partida de futebol.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Resenha - Rock In Rio - A História do Maior Festival de Música do Mundo, de Luiz Felipe Carneiro

por em 05/08/2014
Rese
nha publicada na edição impressa da Billboard Brasil de setembro de 2011.ROCK IN RIO - A HISTÓRIA DO MAIOR FESTIVAL DE MÚSICA DO MUNDO (1)   Por Henrique Crespo Tem pinta de história oficial e não esconde isso, mas também não deixa de abordar episódios polêmicos como o problema que os músicos brasileiros tiveram com o som em 1985, e o prejuízo financeiro que aquela estreia do evento deu, mesmo com todo o sucesso de público. O autor faz uma análise de todos os shows citando os destaques, mas também lembra as decepções, como Al Jarreau e Geoge Benson no primeiro, e Red Hot Chili Peppers no terceiro. Mas não fica claro o que ele realmente testemunhou e o que veio de pesquisa. Não faltam depoimentos tirados da época, nas coletivas do festival, ou colhidos posteriormente. Desde nomes ligados à produção como o próprio Roberto Medina e Amin Khader – o coordenador de backstage – até artistas como Evandro Mesquita, Tony Belloto e Leo Jaime. Rock in Rio – A História do Maior Festival de Música do Mundo é dividido em três partes – uma para cada edição do festival (1985, 1991 e 2001). Os shows e os bastidores são o assunto principal, claro, mas também fala-se do contexto social da época em que foram realizados. A melhor parte é justamente a que fala do festival de 1985. Não só pelo fator representatividade, mas por reunir o maior número de histórias curiosas. Como o episódio que envolveu uma interferência de Tancredo Neves – na época já como provável futuro presidente do país – para que a obra da Cidade do Rock fosse liberada. Ou as excentricidades e chiliques dos artistas internacionais. Freddie Mercury destruiu todo o camarim sem motivo algum, e Rod Stewart danificou seriamente seu quarto de hotel, ao improvisar ali uma partida de futebol.