NOTÍCIAS

Rihanna fala sobre Chris Brown e violência doméstica

por em 06/10/2015

Em sua entrevista à edição de novembro da Vanity Fair, da qual é capa, Rihanna falou sobre a vida pessoal – incluindo o relacionamento com Chris Brown –, emitiu opinião sobre a ativista dos direitos civis Rachel Dolezal, celebridades e muito mais.

 rihanna capa vanity fair

A cantora caribenha, que protagonizou três capas nos últimos dois meses, foi fotografada em Havana, Cuba, e não economizou palavras sobre o ex. "Me importarei com ele até o dia em que eu morrer", disse. "Nós não somos amigos, mas também não somos inimigos. Não temos um relacionamento no momento.”

35 momentos da carreira de Rihanna

Sobre o longo namoro com o cantor, ela disse: “Eu era uma garota que achava que algumas pessoas eram mais capazes do que outras de suportar a dor que um relacionamento pode proporcionar. Talvez eu seja uma dessas pessoas construídas pra aguentar isso."

A trajetória romântica de Rihanna

E continuou: "Eu o protegia muito. Eu sentia que as pessoas não o entediam. Mesmo depois...", hesitou, para então prosseguir. "Se você suportar o que está acontecendo, talvez esteja aceitando que merece esse tipo de coisa, e foi aí que eu finalmente tive que reconhecer que estava sendo estúpida ao pensar que podia aguentar aquilo."

RiRi também disse que achava que podia mudar o companheiro e que o que viveu naquela época a ajuda a se identificar com pessoas que passaram por situações semelhantes de abuso. Ainda assim, ela não quer ser usada como uma imagem para vítimas de violência doméstica. "Eu nunca entendi isso... Como as vítimas são castigadas mais e mais", disse à revista. "Ficou no passado, mas eu não quero dizer ‘supera isso’ porque é algo muito sério, que ainda é relevante. Ainda é uma realidade. Muitas mulheres e garotas ainda passam por isso. Muitos garotos também. Não é algo para esconder debaixo do tapete, então eu não posso apenas ignorar como se não tivesse sido nada. Mas, para mim e para qualquer um que tenha sido vítima de violência doméstica, é difícil lembrar. Ninguém quer admitir [que passou por isso]. Então ter que falar 200 vezes sobre o que aconteceu... Por que sou eu quem tem que responder por isso? Não consigo compreender."

Quanto ao seu status atual, Rihanna está solteira – mas isso não quer dizer que a estrela esteja interessada em participar da cultura da “ficada”. “Se eu quisesse, eu faria com certeza. Mas vou fazer o que me faz feliz, o que eu tiver vontade de fazer. E eu acho que isso seria vazio pra mim – e eu estou dizendo no meu caso. Eu iria acordar no dia seguinte me sentindo uma merda. Quando você ama alguém, é diferente. Mesmo que você não ame exatamente alguém, quando você se preocupa com alguém e sabe que esse alguém se preocupa com você, então você sabe que ele não te desrespeitará.”

Rihanna não elaborou muito quando questionada sobre política, mas falou sobre uma das figuras mais notória dos últimos tempos nos Estados Unidos: Rachel Dolezal, ativista que disse ser filha de pai negro e mãe branca e, mais tarde, foi desmentida pelos próprios pais. "É uma coisa tão horrível ela ter fingido ser negra? Ser negra é algo ótimo e eu acho que ela realmente mudou um pouco a perspectiva das pessoas e as despertou.”

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Rihanna fala sobre Chris Brown e violência doméstica

por em 06/10/2015

Em sua entrevista à edição de novembro da Vanity Fair, da qual é capa, Rihanna falou sobre a vida pessoal – incluindo o relacionamento com Chris Brown –, emitiu opinião sobre a ativista dos direitos civis Rachel Dolezal, celebridades e muito mais.

 rihanna capa vanity fair

A cantora caribenha, que protagonizou três capas nos últimos dois meses, foi fotografada em Havana, Cuba, e não economizou palavras sobre o ex. "Me importarei com ele até o dia em que eu morrer", disse. "Nós não somos amigos, mas também não somos inimigos. Não temos um relacionamento no momento.”

35 momentos da carreira de Rihanna

Sobre o longo namoro com o cantor, ela disse: “Eu era uma garota que achava que algumas pessoas eram mais capazes do que outras de suportar a dor que um relacionamento pode proporcionar. Talvez eu seja uma dessas pessoas construídas pra aguentar isso."

A trajetória romântica de Rihanna

E continuou: "Eu o protegia muito. Eu sentia que as pessoas não o entediam. Mesmo depois...", hesitou, para então prosseguir. "Se você suportar o que está acontecendo, talvez esteja aceitando que merece esse tipo de coisa, e foi aí que eu finalmente tive que reconhecer que estava sendo estúpida ao pensar que podia aguentar aquilo."

RiRi também disse que achava que podia mudar o companheiro e que o que viveu naquela época a ajuda a se identificar com pessoas que passaram por situações semelhantes de abuso. Ainda assim, ela não quer ser usada como uma imagem para vítimas de violência doméstica. "Eu nunca entendi isso... Como as vítimas são castigadas mais e mais", disse à revista. "Ficou no passado, mas eu não quero dizer ‘supera isso’ porque é algo muito sério, que ainda é relevante. Ainda é uma realidade. Muitas mulheres e garotas ainda passam por isso. Muitos garotos também. Não é algo para esconder debaixo do tapete, então eu não posso apenas ignorar como se não tivesse sido nada. Mas, para mim e para qualquer um que tenha sido vítima de violência doméstica, é difícil lembrar. Ninguém quer admitir [que passou por isso]. Então ter que falar 200 vezes sobre o que aconteceu... Por que sou eu quem tem que responder por isso? Não consigo compreender."

Quanto ao seu status atual, Rihanna está solteira – mas isso não quer dizer que a estrela esteja interessada em participar da cultura da “ficada”. “Se eu quisesse, eu faria com certeza. Mas vou fazer o que me faz feliz, o que eu tiver vontade de fazer. E eu acho que isso seria vazio pra mim – e eu estou dizendo no meu caso. Eu iria acordar no dia seguinte me sentindo uma merda. Quando você ama alguém, é diferente. Mesmo que você não ame exatamente alguém, quando você se preocupa com alguém e sabe que esse alguém se preocupa com você, então você sabe que ele não te desrespeitará.”

Rihanna não elaborou muito quando questionada sobre política, mas falou sobre uma das figuras mais notória dos últimos tempos nos Estados Unidos: Rachel Dolezal, ativista que disse ser filha de pai negro e mãe branca e, mais tarde, foi desmentida pelos próprios pais. "É uma coisa tão horrível ela ter fingido ser negra? Ser negra é algo ótimo e eu acho que ela realmente mudou um pouco a perspectiva das pessoas e as despertou.”