NOTÍCIAS

Rodrigo Sá lança disco novo hoje em São Paulo

por em 15/05/2015

Por Bruna Gonçalves Serur

Rodrigo Sá, músico brasileiro que mistura a MPB e o pop internacional com o berimbau, fará um show hoje (15/05), em São Paulo, na festa M.I.S.S.A. (Movimento dos Interessados em Sacudir Sua Alma), como pré-lançamento do seu terceiro disco. 5 Estrelas será lançado oficialmente no dia 30/05.

Antes de seguir sua carreira solo, Rodrigo fez parte da banda de forró Circuladô de Fulô, no início dos anos 2000, onde ficou por cinco anos antes de “vender tudo” e se mudar para Portugal. Filho do mestre de capoeira Décio Sá, a luta sempre fez parte da sua vida. Juntos, pai e filho fabricam um berimbau próprio para os shows, o “Berimbau Brazil”. O resultado do projeto familiar deu tão certo que grandes nomes da música nacional, como Carlinhos Brown, Gilberto Gil e Ivete Sangalo utilizam o instrumento em seus shows.

Quando começou o seu envolvimento com a capoeira?

É engraçado, porque a minha irmã, por exemplo, nunca jogou. Mas a minha mãe tem uma foto dela grávida de mim e o meu pai colocando o berimbau contra a barriga dela. Ele também tocava violão e eles iam a rodas de capoeira. Sempre foi uma coisa presente na minha vida. Eu não me lembro do momento em que comecei a fazer aula ou comecei a tocar berimbau, como não se lembra do primeiro passo. Perdi o meu primeiro dente de leite cruzando uma roda de capoeira. Levei uma pezada de um mestre. Você não deve cruzar uma roda de capoeira.

Em 5 Estrelas você foi influenciado por músicas de Gil, Lulu Santos, Bruno Mars e Stevie Wonder. Com quem você mais gostaria de trabalhar?

Trabalhei com o Olodum, em 2011, na música “Berimbau”. Foi um sonho realizado. Foi tão legal que eles me chamaram de novo. Aí, no ao seguinte, Carlinhos Brown também me chamou. Hoje eu tenho muita vontade de trabalhar com o Gil. Também gosto muito de Jorge Ben. E, como sonhar é de graça, queria trabalhar com o Bruno Mars.

Como foi a experiência de morar na Europa?

Foi ótima. Eu vendi tudo o que tinha aqui e fui para Portugal, mas também passei um tempo na Espanha. Lá, eu participei do Rock in Rio Lisboa. Toquei no palco Sunset, antes de Lenny Kravitz e Ivete Sangalo.

https://www.youtube.com/watch?v=kCLuX9WSBQE

Serviço: Rodrigo Sá e Big Band no M.I.S.S.A Data: 15 de maio (Sexta-feira) Horário: A partir das 23h Local: Rua Funchal, 500 – Vila Olímpia | São Paulo/ SP

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Rodrigo Sá lança disco novo hoje em São Paulo

por em 15/05/2015

Por Bruna Gonçalves Serur

Rodrigo Sá, músico brasileiro que mistura a MPB e o pop internacional com o berimbau, fará um show hoje (15/05), em São Paulo, na festa M.I.S.S.A. (Movimento dos Interessados em Sacudir Sua Alma), como pré-lançamento do seu terceiro disco. 5 Estrelas será lançado oficialmente no dia 30/05.

Antes de seguir sua carreira solo, Rodrigo fez parte da banda de forró Circuladô de Fulô, no início dos anos 2000, onde ficou por cinco anos antes de “vender tudo” e se mudar para Portugal. Filho do mestre de capoeira Décio Sá, a luta sempre fez parte da sua vida. Juntos, pai e filho fabricam um berimbau próprio para os shows, o “Berimbau Brazil”. O resultado do projeto familiar deu tão certo que grandes nomes da música nacional, como Carlinhos Brown, Gilberto Gil e Ivete Sangalo utilizam o instrumento em seus shows.

Quando começou o seu envolvimento com a capoeira?

É engraçado, porque a minha irmã, por exemplo, nunca jogou. Mas a minha mãe tem uma foto dela grávida de mim e o meu pai colocando o berimbau contra a barriga dela. Ele também tocava violão e eles iam a rodas de capoeira. Sempre foi uma coisa presente na minha vida. Eu não me lembro do momento em que comecei a fazer aula ou comecei a tocar berimbau, como não se lembra do primeiro passo. Perdi o meu primeiro dente de leite cruzando uma roda de capoeira. Levei uma pezada de um mestre. Você não deve cruzar uma roda de capoeira.

Em 5 Estrelas você foi influenciado por músicas de Gil, Lulu Santos, Bruno Mars e Stevie Wonder. Com quem você mais gostaria de trabalhar?

Trabalhei com o Olodum, em 2011, na música “Berimbau”. Foi um sonho realizado. Foi tão legal que eles me chamaram de novo. Aí, no ao seguinte, Carlinhos Brown também me chamou. Hoje eu tenho muita vontade de trabalhar com o Gil. Também gosto muito de Jorge Ben. E, como sonhar é de graça, queria trabalhar com o Bruno Mars.

Como foi a experiência de morar na Europa?

Foi ótima. Eu vendi tudo o que tinha aqui e fui para Portugal, mas também passei um tempo na Espanha. Lá, eu participei do Rock in Rio Lisboa. Toquei no palco Sunset, antes de Lenny Kravitz e Ivete Sangalo.

https://www.youtube.com/watch?v=kCLuX9WSBQE

Serviço: Rodrigo Sá e Big Band no M.I.S.S.A Data: 15 de maio (Sexta-feira) Horário: A partir das 23h Local: Rua Funchal, 500 – Vila Olímpia | São Paulo/ SP