NOTÍCIAS

Selena Gomez fala sobre bullying e seu trabalho na Disney

Cantora e atriz, ela estreia como produtora executiva em nova série da Netflix

por Redação em 24/03/2017

Selena Gomez é a produtora executiva da nova série da Netflix, Thirteen Reasons Why, e conversou com o jornal New York Times sobre o projeto, bullying e o seu tempo como estrela da Disney. 

A série é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito por Jay Asher, que conta a história de uma menina que se suicida, deixando algumas fitas cassete gravadas, contando as 13 pessoas que ela culpa por levá-la ao suicídio.

Gomez e Mandy Teefey, sua mãe – que também atua como produtora executiva da série –, adquiriram os direitos do livro em 2008, quando Selena tinha apenas 15 anos e era a estrela do seriado Os Feiticeiros de Waverly Place, do Disney Channel.

“Acredito que Jay entendeu que eu sabia o que era sofrer bullying. Frequentei o maior ensino médio do mundo, o Disney Channel”, disse a cantora durante a entrevista. “E minha mãe teve várias histórias com bullying. Ouvi o que ela passou crescendo. Ela nunca escondeu nada”.

Mesmo no ápice de sua carreira até hoje, não é como se Selena conseguisse evitar passar por bullying nas redes sociais. Quando perguntada se lê os comentários em suas fotos do Instagram, ela diz que é inevitável.

"Eu deleto o aplicativo do meu celular pelo menos uma vez por semana. Você foca nos comentários negativos. E eles não são tipo ‘você é feia’. Eles são mais profundos, chegam na sua alma”.

“Imagine todas as inseguranças que você já tem sobre você e alguém escreve um parágrafo apontando cada um dos problemas – mesmo que seja apenas físico”, continua a jovem.

Inicialmente, Selena pretendia estrelar uma versão em longa-metragem do livro, mas diz estar contente de ter optado por ficar atrás das câmeras.

"Quanto mais velha fui ficando – quando deixei a Disney e comecei a fazer papeis para outro público –, organicamente percebi que ficaria na produção. Gosto de não fazer parte dele. Para ser honesta, o livro tem muitos fãs. Queria que fosse verossímil. Se eu atuasse na série, geraria uma conversa em volta disso”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Selena Gomez fala sobre bullying e seu trabalho na Disney

Cantora e atriz, ela estreia como produtora executiva em nova série da Netflix

por Redação em 24/03/2017

Selena Gomez é a produtora executiva da nova série da Netflix, Thirteen Reasons Why, e conversou com o jornal New York Times sobre o projeto, bullying e o seu tempo como estrela da Disney. 

A série é uma adaptação do livro de mesmo nome, escrito por Jay Asher, que conta a história de uma menina que se suicida, deixando algumas fitas cassete gravadas, contando as 13 pessoas que ela culpa por levá-la ao suicídio.

Gomez e Mandy Teefey, sua mãe – que também atua como produtora executiva da série –, adquiriram os direitos do livro em 2008, quando Selena tinha apenas 15 anos e era a estrela do seriado Os Feiticeiros de Waverly Place, do Disney Channel.

“Acredito que Jay entendeu que eu sabia o que era sofrer bullying. Frequentei o maior ensino médio do mundo, o Disney Channel”, disse a cantora durante a entrevista. “E minha mãe teve várias histórias com bullying. Ouvi o que ela passou crescendo. Ela nunca escondeu nada”.

Mesmo no ápice de sua carreira até hoje, não é como se Selena conseguisse evitar passar por bullying nas redes sociais. Quando perguntada se lê os comentários em suas fotos do Instagram, ela diz que é inevitável.

"Eu deleto o aplicativo do meu celular pelo menos uma vez por semana. Você foca nos comentários negativos. E eles não são tipo ‘você é feia’. Eles são mais profundos, chegam na sua alma”.

“Imagine todas as inseguranças que você já tem sobre você e alguém escreve um parágrafo apontando cada um dos problemas – mesmo que seja apenas físico”, continua a jovem.

Inicialmente, Selena pretendia estrelar uma versão em longa-metragem do livro, mas diz estar contente de ter optado por ficar atrás das câmeras.

"Quanto mais velha fui ficando – quando deixei a Disney e comecei a fazer papeis para outro público –, organicamente percebi que ficaria na produção. Gosto de não fazer parte dele. Para ser honesta, o livro tem muitos fãs. Queria que fosse verossímil. Se eu atuasse na série, geraria uma conversa em volta disso”.