NOTÍCIAS

“Novo disco do U2 soa como um pum”, diz Taylor Hawkins, do Foo Fighters

por em 11/11/2014
Songs Of Innocence
, novo álbum do U2, já chegou ao mercado há alguma semanas, mas segue dando o que falar. Agora foi a vez de Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, dar a sua opinião sobre o novo trabalho de Bono Vox e companhia. O músico disse, em entrevista ao site theMusic.com.auque o fato de o disco ter sido acrescentado à biblioteca do iTunes de maneira involuntária foi um tanto impositivo. “Provavelmente, eles acharam que seria uma grande ideia, mas não levaram em consideração a sensação de Big Brother [referência ao livro 1984, de George Orwell] que a iniciativa pode promover. Eles tiveram de criar um aplicativo para retirar o disco do aparelho. Isto é horrível.” Hawkins continuou com as críticas e disse que Songs Of Innocence “soa como um pum”.  “O que aconteceu com o U2? Eu não acredito que as pessoas ainda tenham interesse pela banda”, disse. “Eu ouvi apenas uma vez, mas estava tão contagiado por essa ideia orwelliana que, de qualquer maneira, o disco soa como um pum.” O baterista não é o primeiro a criticar a parceria entre o U2 e a Apple. Iggy Azalea, Tyler Ther Creator e Sharon Osbourne também já dispararam suas críticas à iniciativa.
  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Olha Ela Aí
Eduardo Costa
2
Buá Buá
Naiara Azevedo
3
Ainda Sou Tão Seu
Felipe Araújo
4
Mais Amor E Menos Drama
Henrique & Juliano
5
Prefiro Nem Perguntar
Diego & Victor Hugo
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

“Novo disco do U2 soa como um pum”, diz Taylor Hawkins, do Foo Fighters

por em 11/11/2014
Songs Of Innocence
, novo álbum do U2, já chegou ao mercado há alguma semanas, mas segue dando o que falar. Agora foi a vez de Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, dar a sua opinião sobre o novo trabalho de Bono Vox e companhia. O músico disse, em entrevista ao site theMusic.com.auque o fato de o disco ter sido acrescentado à biblioteca do iTunes de maneira involuntária foi um tanto impositivo. “Provavelmente, eles acharam que seria uma grande ideia, mas não levaram em consideração a sensação de Big Brother [referência ao livro 1984, de George Orwell] que a iniciativa pode promover. Eles tiveram de criar um aplicativo para retirar o disco do aparelho. Isto é horrível.” Hawkins continuou com as críticas e disse que Songs Of Innocence “soa como um pum”.  “O que aconteceu com o U2? Eu não acredito que as pessoas ainda tenham interesse pela banda”, disse. “Eu ouvi apenas uma vez, mas estava tão contagiado por essa ideia orwelliana que, de qualquer maneira, o disco soa como um pum.” O baterista não é o primeiro a criticar a parceria entre o U2 e a Apple. Iggy Azalea, Tyler Ther Creator e Sharon Osbourne também já dispararam suas críticas à iniciativa.