NOTÍCIAS

Testemunhas contam o caos que viveram no show de Ariana Grande em Manchester

Mãe da cantora ajudou fãs a se protegerem no backstage

por Redação em 23/05/2017

Enquanto a polícia de Manchester, na Inglaterra, continua a procurar por suspeitos após o ataque causado por um homem-bomba na noite de segunda-feira (22/05) no show de Ariana Grande, que deixou 22 mortos e 59 feridos, algumas testemunhas conversaram com a Billboard e descreveram o caos após a explosão do lado de fora da Manchester Arena.

"Primeiro, ouvimos um barulho muito alto e gritos”, disse um adolescente que esperava sozinho do lado de fora de um hotel próximo à arena. “Olhamos para onde o som veio e as pessoas estavam mergulhando umas nas outras para tentar chegar na saída. Uma sirene pedia para evacuarmos o prédio. Quando saímos, ambulâncias e a polícia começaram a chegar e as sirenes estavam tocando. Pareceu uma bomba ou um tiro. Foi muito ruim”.

Quando a bomba explodiu, a mãe de Ariana Grande, Joan, estava sentada na primeira fila. De acordo com o site de notícias TMZ, ela estava aguardando para encontrar Ariana no backstage quando o atentado aconteceu e ajudou, com os seguranças da cantora, cerca de dez fãs a se esconderem e protegerem nos bastidores. Eles aguardaram até que a situação se acalmasse para que as crianças pudessem ser retiradas da arena em segurança.

Um casal de adolescentes na mesma área também descreveu o pânico que tomou conta do lugar após a explosão. “Estávamos na lateral da arena. Todo mundo começou a correr e vimos pessoas caindo”, disse a garota. “Enquanto estávamos correndo para for a, todos estavam chorando demais. Vimos sangue nas paredes. Foi muito assustador. Estamos a quilômetros de casa e não nos sentimos seguros. Crianças pequenas estavam chorando”. Seu companheiro disse que Grande tinha acabado de cantar a última música do show, “Dangerous Woman”, e enquanto eles subiam as escadas, ouviram um barulho alto vindo do fundo da arena, no lado oposto ao palco. “Todos começaram a correr e gritar. Perdi ela e meu amigo e então todo o staff apareceu. Vimos pessoas caindo – Não sei se foram empurrados. Tinha uma ponte em um canto, então eu me escondi enquanto as pessoas corriam. Estava muito assustado”.

Uma mãe que viajou até Manchester para que suas duas filhas pudessem ver o show disse que ela e seu marido estavam jantando em um restaurante próximo à arena quando as meninas ligaram para contar o que tinha acontecido. “Deixamos as duas no show e estávamos jantando. Recebemos uma ligação desesperada e ficamos perturbados. Felizmente, elas correram para um hotel e pudemos resgatá-las, mas tinham muitas pessoas chateadas e traumatizadas. Foi horrível. As meninas estão muito tristes”.

Veja o momento em que Ariana Grande cantou "One Last Time" no show de Manchester:

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Ar-Condicionado No 15
Wesley Safadão
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
5
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Testemunhas contam o caos que viveram no show de Ariana Grande em Manchester

Mãe da cantora ajudou fãs a se protegerem no backstage

por Redação em 23/05/2017

Enquanto a polícia de Manchester, na Inglaterra, continua a procurar por suspeitos após o ataque causado por um homem-bomba na noite de segunda-feira (22/05) no show de Ariana Grande, que deixou 22 mortos e 59 feridos, algumas testemunhas conversaram com a Billboard e descreveram o caos após a explosão do lado de fora da Manchester Arena.

"Primeiro, ouvimos um barulho muito alto e gritos”, disse um adolescente que esperava sozinho do lado de fora de um hotel próximo à arena. “Olhamos para onde o som veio e as pessoas estavam mergulhando umas nas outras para tentar chegar na saída. Uma sirene pedia para evacuarmos o prédio. Quando saímos, ambulâncias e a polícia começaram a chegar e as sirenes estavam tocando. Pareceu uma bomba ou um tiro. Foi muito ruim”.

Quando a bomba explodiu, a mãe de Ariana Grande, Joan, estava sentada na primeira fila. De acordo com o site de notícias TMZ, ela estava aguardando para encontrar Ariana no backstage quando o atentado aconteceu e ajudou, com os seguranças da cantora, cerca de dez fãs a se esconderem e protegerem nos bastidores. Eles aguardaram até que a situação se acalmasse para que as crianças pudessem ser retiradas da arena em segurança.

Um casal de adolescentes na mesma área também descreveu o pânico que tomou conta do lugar após a explosão. “Estávamos na lateral da arena. Todo mundo começou a correr e vimos pessoas caindo”, disse a garota. “Enquanto estávamos correndo para for a, todos estavam chorando demais. Vimos sangue nas paredes. Foi muito assustador. Estamos a quilômetros de casa e não nos sentimos seguros. Crianças pequenas estavam chorando”. Seu companheiro disse que Grande tinha acabado de cantar a última música do show, “Dangerous Woman”, e enquanto eles subiam as escadas, ouviram um barulho alto vindo do fundo da arena, no lado oposto ao palco. “Todos começaram a correr e gritar. Perdi ela e meu amigo e então todo o staff apareceu. Vimos pessoas caindo – Não sei se foram empurrados. Tinha uma ponte em um canto, então eu me escondi enquanto as pessoas corriam. Estava muito assustado”.

Uma mãe que viajou até Manchester para que suas duas filhas pudessem ver o show disse que ela e seu marido estavam jantando em um restaurante próximo à arena quando as meninas ligaram para contar o que tinha acontecido. “Deixamos as duas no show e estávamos jantando. Recebemos uma ligação desesperada e ficamos perturbados. Felizmente, elas correram para um hotel e pudemos resgatá-las, mas tinham muitas pessoas chateadas e traumatizadas. Foi horrível. As meninas estão muito tristes”.

Veja o momento em que Ariana Grande cantou "One Last Time" no show de Manchester: