NOTÍCIAS

Todas as vezes que Katy Perry falou de Taylor Swift ao promover Witness

Briga entre as cantoras já dura três anos e rende IBOPE

por Redação em 13/06/2017

Katy Perry e Taylor Swift supostamente brigaram há anos, quando Swift, numa entrevista de 2014, acusou uma cantora – sem dizer nomes – de ter roubado seus dançarinos. Recentemente, Perry disse que Swift tentou arruinar sua reputação.

Agora, com a divulgação de seu disco Witness, lançado na última sexta-feira (09/06), Katy Perry tem falado bastante sobre a rivalidade entre as duas e disse que espera que elas façam as pazes. Leia tudo que Katy disse sobre Taylor nas últimas semanas:

Sexta-feira, 19 de maio, no The Tonight Show Starring Jimmy Fallon

Um dia após o lançamento do single de resposta “Swish Swish”, Katy participou do programa de Jimmy Fallon. Sobre a música, o apresentador perguntou “é sobre alguém que conhecemos?” e Katy negou que fosse sobre uma pessoa específica dizendo “acho que é um ótimo tema para as pessoas usarem para quem está tentando te botar para baixo. ‘Swish Swish representa a liberdade de toda a negatividade que não te faz bem”.

Segunda-feira, 22 de maio, no The Late Late Show – Carpool Karaoke

James Corden convidou Katy para participar do quadro Carpool Karaoke e o tópico sobre a briga com Taylor era inevitável. “Há uma situação”, disse Katy. “Honestamente, ela que começou e é a hora de ela terminar com isso”. A cantora esclareceu que a situação era sobre dançarinos e que tentou falar com Swift sobre isso, mas que ela não quis. “Faço a coisa certa toda vez que sinto um problema. Rolou um bloqueio e aí ela escreveu uma música sobre mim e pensei ‘ok, legal, é assim que você quer lidar com isso? Karma’”.

Quando o apresentador perguntou se a briga acabaria algum dia, Katy disse: “O que quero dizer é que estou pronta para acabar com essa merda. Agora, existe a lei da ação e reação. Você faz alguma coisa, vai haver uma reação. E acredite em mim, haverá uma reação. É sobre karma, certo? Eu acredito que as mulheres unidas e não divididas – sem essa mesquinharia – vão curar o mundo”

Terça-feira, 23 de maio, em entrevista com a rádio SiriusXM

Dando continuidade à promoção do disco, Katy foi até a rádio SiriusXM e conversou com o apresentador Stanley T. “Eu tentei falar com ela. Tentei fazer a coisa certa, boa, mas ela me ignorou e escreveu uma música”. A cantora também disse: “Aliás, estou pronta, porque acredito que quando mulheres se unirem, o mundo será curado. Não tenho problemas com ninguém. Amo todo mundo e honestamente acho que devemos nos unir mais do que nunca. Não importa de onde sejamos, no que acreditamos, o tipo de música que curtimos, somos iguais e precisamos estar juntos”

Sexta-feira, 9 de junho, capa da NME

Katy Perry estampa a capa da NME e aproveitou para falar mais um pouco sobre a briga. “Queria poder virar o outro lado do rosto todas as vezes, mas não sou de ferro, sabe? Especialmente quando alguém tenta assassinar meu caráter para garotinhas. Isso é muito errado!”.

Sábado, 10 de junho, no livestream Witness World Wide

Após o lançamento do disco, Katy promoveu a novidade com um livestream durante todo o fim de semana. Ela convidou várias pessoas para participarem do projeto, incluindo a escritora Arianna Huffington, com quem ela conversou sobre a rixa. “Estou pronta para deixar isso para trás. Perdoo ela e sinto muito pelo que fiz, espero o mesmo dela. Acho que está na hora. Amo ela e quero o seu melhor. Acho que ela é uma compositora fantástica e que podemos ser representantes de mulheres fortes que se unem apesar das diferenças, podemos inspirar o mundo. Talvez eu não concorde com tudo que ela faz e ela não concorde com tudo que eu faça, mas eu honestamente quero um lugar de amor, perdão, compreensão e compaixão. Existem maiores problemas no mundo”, desabafou a cantora.

Segunda-feira, 12 de junho, no programa Today

A apresentadora Natalie Morales perguntou Katy sobre o que ela achava de Taylor lançar sua discografia inteira no Spotify na mesma noite do lançamento de Witness. “Não sei, só posso falar por mim”, respondeu a cantora. Katy também tentou reiterar que ela quer dar um fim na briga dizendo: “Amo ela, que Deus abençoe a sua jornada”.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Todas as vezes que Katy Perry falou de Taylor Swift ao promover Witness

Briga entre as cantoras já dura três anos e rende IBOPE

por Redação em 13/06/2017

Katy Perry e Taylor Swift supostamente brigaram há anos, quando Swift, numa entrevista de 2014, acusou uma cantora – sem dizer nomes – de ter roubado seus dançarinos. Recentemente, Perry disse que Swift tentou arruinar sua reputação.

Agora, com a divulgação de seu disco Witness, lançado na última sexta-feira (09/06), Katy Perry tem falado bastante sobre a rivalidade entre as duas e disse que espera que elas façam as pazes. Leia tudo que Katy disse sobre Taylor nas últimas semanas:

Sexta-feira, 19 de maio, no The Tonight Show Starring Jimmy Fallon

Um dia após o lançamento do single de resposta “Swish Swish”, Katy participou do programa de Jimmy Fallon. Sobre a música, o apresentador perguntou “é sobre alguém que conhecemos?” e Katy negou que fosse sobre uma pessoa específica dizendo “acho que é um ótimo tema para as pessoas usarem para quem está tentando te botar para baixo. ‘Swish Swish representa a liberdade de toda a negatividade que não te faz bem”.

Segunda-feira, 22 de maio, no The Late Late Show – Carpool Karaoke

James Corden convidou Katy para participar do quadro Carpool Karaoke e o tópico sobre a briga com Taylor era inevitável. “Há uma situação”, disse Katy. “Honestamente, ela que começou e é a hora de ela terminar com isso”. A cantora esclareceu que a situação era sobre dançarinos e que tentou falar com Swift sobre isso, mas que ela não quis. “Faço a coisa certa toda vez que sinto um problema. Rolou um bloqueio e aí ela escreveu uma música sobre mim e pensei ‘ok, legal, é assim que você quer lidar com isso? Karma’”.

Quando o apresentador perguntou se a briga acabaria algum dia, Katy disse: “O que quero dizer é que estou pronta para acabar com essa merda. Agora, existe a lei da ação e reação. Você faz alguma coisa, vai haver uma reação. E acredite em mim, haverá uma reação. É sobre karma, certo? Eu acredito que as mulheres unidas e não divididas – sem essa mesquinharia – vão curar o mundo”

Terça-feira, 23 de maio, em entrevista com a rádio SiriusXM

Dando continuidade à promoção do disco, Katy foi até a rádio SiriusXM e conversou com o apresentador Stanley T. “Eu tentei falar com ela. Tentei fazer a coisa certa, boa, mas ela me ignorou e escreveu uma música”. A cantora também disse: “Aliás, estou pronta, porque acredito que quando mulheres se unirem, o mundo será curado. Não tenho problemas com ninguém. Amo todo mundo e honestamente acho que devemos nos unir mais do que nunca. Não importa de onde sejamos, no que acreditamos, o tipo de música que curtimos, somos iguais e precisamos estar juntos”

Sexta-feira, 9 de junho, capa da NME

Katy Perry estampa a capa da NME e aproveitou para falar mais um pouco sobre a briga. “Queria poder virar o outro lado do rosto todas as vezes, mas não sou de ferro, sabe? Especialmente quando alguém tenta assassinar meu caráter para garotinhas. Isso é muito errado!”.

Sábado, 10 de junho, no livestream Witness World Wide

Após o lançamento do disco, Katy promoveu a novidade com um livestream durante todo o fim de semana. Ela convidou várias pessoas para participarem do projeto, incluindo a escritora Arianna Huffington, com quem ela conversou sobre a rixa. “Estou pronta para deixar isso para trás. Perdoo ela e sinto muito pelo que fiz, espero o mesmo dela. Acho que está na hora. Amo ela e quero o seu melhor. Acho que ela é uma compositora fantástica e que podemos ser representantes de mulheres fortes que se unem apesar das diferenças, podemos inspirar o mundo. Talvez eu não concorde com tudo que ela faz e ela não concorde com tudo que eu faça, mas eu honestamente quero um lugar de amor, perdão, compreensão e compaixão. Existem maiores problemas no mundo”, desabafou a cantora.

Segunda-feira, 12 de junho, no programa Today

A apresentadora Natalie Morales perguntou Katy sobre o que ela achava de Taylor lançar sua discografia inteira no Spotify na mesma noite do lançamento de Witness. “Não sei, só posso falar por mim”, respondeu a cantora. Katy também tentou reiterar que ela quer dar um fim na briga dizendo: “Amo ela, que Deus abençoe a sua jornada”.