NOTÍCIAS

Veja como foi nosso bate-papo com Biel no Viber

por em 28/06/2015

O nosso convidado de sexta-feira no Viber foi Biel. O cantor de 19 anos é um fenômeno no YouTube e nas redes sociais com seu funk pop. O clipe de “Pimenta” está perto das 17 milhões de visualizações. No meio de vários pedidos de selinho, namoro e casamento, recebemos perguntas pelo Twitter com a hashtag #BielnaBillboard.

Você é do interior de São Paulo, né? O que você ouvia lá quando era mais novo?

Sim! Lorena, SP. Escutava bastante música dos anos 1980 (influência dos meus pais), sertanejo também. O funk chegou um pouco mais tarde. Meu pai foi DJ nos anos 1980, teve equipe de som e tudo mais. Aí já sabe, né.

 

A equipe de som no interior mesmo ou chegava a vir para São Paulo?

Era bem local, eles tinham um clube residente. Até hoje ele comemora os aniversários da equipe dele com festas temáticas dos anos 1980. É bem legal, eu sempre vou.

 

Seu pai que deu esse empurrão? Como começou tudo?

Quando eu comecei a organizar os meus eventos, com a minha turma... Lá na região também. Aí já comecei a brincar de subir em palcos, lidar com microfone. A "facilidade" dele de lidar com a noite me trouxe bastante experiência e visões pra começar e "como" começar, "por onde" começar.

 

A partir de que momento você parou é pensou: "é isso que me faz feliz e é isso que eu quero pra minha vida"?

Se eu não tivesse tido esse pensamento desde o começo, não teria nem começado. Foi exatamente esse pensamento que me fez acreditar e seguir em frente: o fato de que isso me faria feliz.

 

Quando pretende gravar seu DVD?

Com o nosso suor, nosso trabalho, e o resultado disso tudo, com certeza brevemente estaremos JUNTOS gravando o NOSSO DVD! Tudo aqui é fruto do nosso amor e nosso trabalho, nada é só meu nem só de vocês [fãs].

 

Quem te motiva a continuar?

Isso tá escrito na minha testa: os fãs!

 

Como está a agenda de shows? Você tem feito quantos por mês, mais ou menos?

Tenho, graças a Deus, trabalhado feito gente grande, irmão! Se fossem só os shows... Os shows são detalhes em meio a tantos compromissos (TVs, rádios, sites, entrevistas, presenças, ensaios, aulas, reuniões). Já cheguei a temporadas de 30 shows por mês, mas me desgastava muito. Hoje estamos selecionando mais os lugares e buscando o máximo de atenção ao público.

 

Quais são seus cantores favoritos?

Ouço muita coisa internacional, mas, dos nacionais, não abro mão de um Jorge e Mateus, O Rappa, Racionais...

 

Você parou os estudos? Tá fazendo aula de quê?

Terminei o ensino médio, ia cursar medicina mas o jogo virou totalmente! Hoje faço aula de violão, de canto... Estou começando com as aulas de dança e já, já começo a ensaiar meu show novo.

 

Qual foi a sua maior conquista até hoje?

Minha família baladeira! E vamos lutar pra aumentar ela cada vez mais... Continua sendo minha maior meta. Nossa maior meta!

 

E como você lida com essa coisa de te chamarem de Justin Bieber brasileiro? Uma coisa não dá pra negar: você é parecido MESMO.

Ouço isso desde quando ele apareceu com "One Time".  Eu sou fã dele, acho um baita profissional! Ser "comparado" a um ídolo é legal demais.

 

Vamos chama-lo de Biel norte-americano então, pô! Bora dar o troco.

Um dia ele ainda vira meu fã também! [risos] Bora lançar essa campanha. Comentar nas fotos dele, chamando ele de Biel Norte-Americano. [risos]

 

Uma cantora que gostaria de conhecer?

Eu tenho um desejo imensurável pela Miley [Cyrus]. Sem mais. Ela no clipe "23" tá a mulher dos meus sonhos. Só dos sonhos...

 

Hoje saiu a nova da Selena Gomez e deu pra ver que muitos fãs seus também gostam dela.

Eu gosto muuuito dela, desde a época de Os Feiticeiros de Waverly Place.

 

Se pudesse fazer qualquer coisa para melhorar o mundo, o que faria?

Eu estou fazendo. Mostrar para o máximo possível de gente que nada é impossível. Eu já fui muito desacreditado, já fui muito zoado, e hoje estou aqui. É tudo muito engraçado. O mundo dá voltas e isso é incrível! Eu sonhava com muita coisa que vivo hoje, e isso me faz sonhar mais. Estou aqui para passar essa mensagem para vocês: se cada um acreditar em seus ideais e colocá-los em prática, com certeza o mundo será mais feliz, e, consequentemente, mais pacífico.

 

Sabe cozinhar? Qual é a sua especialidade?

Meu miojo é uma delícia!

 

Tem receita ou você coloca o que tem na geladeira?

Tem receita! Eu faço o miojo, deixo passar do ponto, deixo ele bem grudento! Aí antes de colocar ele no prato, eu encho o prato de requeijão (é bem saudável). Depois coloco alho desidratado em cima com cheiro verde. Fica bão demais! Não pode esquecer do azeite por cima também. E o queijo ralado pra dar o toque final!

 

Como você se imagina no futuro?

Me imagino realizando sonhos! Assim realizo os meus. Me imagino fazendo muita coisa, de muitos jeitos, menos com barba. Não tenho barba e tenho 19 anos...  Acho que não vou ter, viu.

 

Barba não está nos planos.

Ainda não. Eu sempre falo que tenho 15 anos e a galera acredita.

 

Tem que mostrar o RG pra entrar na balada?

Hoje em dia só tenho entrado pelas portas dos fundos [risos]. Nunca mais precisei do RG.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
2
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Veja como foi nosso bate-papo com Biel no Viber

por em 28/06/2015

O nosso convidado de sexta-feira no Viber foi Biel. O cantor de 19 anos é um fenômeno no YouTube e nas redes sociais com seu funk pop. O clipe de “Pimenta” está perto das 17 milhões de visualizações. No meio de vários pedidos de selinho, namoro e casamento, recebemos perguntas pelo Twitter com a hashtag #BielnaBillboard.

Você é do interior de São Paulo, né? O que você ouvia lá quando era mais novo?

Sim! Lorena, SP. Escutava bastante música dos anos 1980 (influência dos meus pais), sertanejo também. O funk chegou um pouco mais tarde. Meu pai foi DJ nos anos 1980, teve equipe de som e tudo mais. Aí já sabe, né.

 

A equipe de som no interior mesmo ou chegava a vir para São Paulo?

Era bem local, eles tinham um clube residente. Até hoje ele comemora os aniversários da equipe dele com festas temáticas dos anos 1980. É bem legal, eu sempre vou.

 

Seu pai que deu esse empurrão? Como começou tudo?

Quando eu comecei a organizar os meus eventos, com a minha turma... Lá na região também. Aí já comecei a brincar de subir em palcos, lidar com microfone. A "facilidade" dele de lidar com a noite me trouxe bastante experiência e visões pra começar e "como" começar, "por onde" começar.

 

A partir de que momento você parou é pensou: "é isso que me faz feliz e é isso que eu quero pra minha vida"?

Se eu não tivesse tido esse pensamento desde o começo, não teria nem começado. Foi exatamente esse pensamento que me fez acreditar e seguir em frente: o fato de que isso me faria feliz.

 

Quando pretende gravar seu DVD?

Com o nosso suor, nosso trabalho, e o resultado disso tudo, com certeza brevemente estaremos JUNTOS gravando o NOSSO DVD! Tudo aqui é fruto do nosso amor e nosso trabalho, nada é só meu nem só de vocês [fãs].

 

Quem te motiva a continuar?

Isso tá escrito na minha testa: os fãs!

 

Como está a agenda de shows? Você tem feito quantos por mês, mais ou menos?

Tenho, graças a Deus, trabalhado feito gente grande, irmão! Se fossem só os shows... Os shows são detalhes em meio a tantos compromissos (TVs, rádios, sites, entrevistas, presenças, ensaios, aulas, reuniões). Já cheguei a temporadas de 30 shows por mês, mas me desgastava muito. Hoje estamos selecionando mais os lugares e buscando o máximo de atenção ao público.

 

Quais são seus cantores favoritos?

Ouço muita coisa internacional, mas, dos nacionais, não abro mão de um Jorge e Mateus, O Rappa, Racionais...

 

Você parou os estudos? Tá fazendo aula de quê?

Terminei o ensino médio, ia cursar medicina mas o jogo virou totalmente! Hoje faço aula de violão, de canto... Estou começando com as aulas de dança e já, já começo a ensaiar meu show novo.

 

Qual foi a sua maior conquista até hoje?

Minha família baladeira! E vamos lutar pra aumentar ela cada vez mais... Continua sendo minha maior meta. Nossa maior meta!

 

E como você lida com essa coisa de te chamarem de Justin Bieber brasileiro? Uma coisa não dá pra negar: você é parecido MESMO.

Ouço isso desde quando ele apareceu com "One Time".  Eu sou fã dele, acho um baita profissional! Ser "comparado" a um ídolo é legal demais.

 

Vamos chama-lo de Biel norte-americano então, pô! Bora dar o troco.

Um dia ele ainda vira meu fã também! [risos] Bora lançar essa campanha. Comentar nas fotos dele, chamando ele de Biel Norte-Americano. [risos]

 

Uma cantora que gostaria de conhecer?

Eu tenho um desejo imensurável pela Miley [Cyrus]. Sem mais. Ela no clipe "23" tá a mulher dos meus sonhos. Só dos sonhos...

 

Hoje saiu a nova da Selena Gomez e deu pra ver que muitos fãs seus também gostam dela.

Eu gosto muuuito dela, desde a época de Os Feiticeiros de Waverly Place.

 

Se pudesse fazer qualquer coisa para melhorar o mundo, o que faria?

Eu estou fazendo. Mostrar para o máximo possível de gente que nada é impossível. Eu já fui muito desacreditado, já fui muito zoado, e hoje estou aqui. É tudo muito engraçado. O mundo dá voltas e isso é incrível! Eu sonhava com muita coisa que vivo hoje, e isso me faz sonhar mais. Estou aqui para passar essa mensagem para vocês: se cada um acreditar em seus ideais e colocá-los em prática, com certeza o mundo será mais feliz, e, consequentemente, mais pacífico.

 

Sabe cozinhar? Qual é a sua especialidade?

Meu miojo é uma delícia!

 

Tem receita ou você coloca o que tem na geladeira?

Tem receita! Eu faço o miojo, deixo passar do ponto, deixo ele bem grudento! Aí antes de colocar ele no prato, eu encho o prato de requeijão (é bem saudável). Depois coloco alho desidratado em cima com cheiro verde. Fica bão demais! Não pode esquecer do azeite por cima também. E o queijo ralado pra dar o toque final!

 

Como você se imagina no futuro?

Me imagino realizando sonhos! Assim realizo os meus. Me imagino fazendo muita coisa, de muitos jeitos, menos com barba. Não tenho barba e tenho 19 anos...  Acho que não vou ter, viu.

 

Barba não está nos planos.

Ainda não. Eu sempre falo que tenho 15 anos e a galera acredita.

 

Tem que mostrar o RG pra entrar na balada?

Hoje em dia só tenho entrado pelas portas dos fundos [risos]. Nunca mais precisei do RG.