NOTÍCIAS

Vocalista do Black Keys diz que Ultraviolence, de Lana Del Rey, é "um monstro sonoro"

por em 27/03/2014
Imagem: Divulgação

O aguardado novo disco de Lana Del Rey, intitulado Ultraviolence, está quase chegando. Depois da própria cantora confirmar a presença de Dan Aurback – vocalista e guitarrista do The Black Keys – na produção do álbum, foi a vez do cantor falar um pouco sobre a parceria: “É um monstro sonoro. É lindo. Eu mal posso esperar para as pessoas ouvirem”, disse o astro em entrevista à BBC.

Aurback ainda compara Ultraviolence à Born To Die, primeiro disco da cantora, que foi massacrado pela crítica especializada. “Eu acho que o primeiro disco foi uma coletânea de músicas gravadas, mas o Ultraviolence teve Lana cantando em estúdio com uma banda completa, é algo realmente mágico o que conseguimos gravar. Esse tipo de coisa não é algo que você consegue criar com um programa (...) É algo totalmente diferente para ela”, finalizou.

O novo álbum de Lana Del Rey, segundo a própria artista, está previsto para o dia 1º de maio, mas a data deve ser adiada, já que nenhum single foi divulgado. Especula-se que o trabalho pode, ainda, trazer parceria com o rapper The Weeknd. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Saudade
Eduardo Costa
3
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
Aquela Pessoa
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Vocalista do Black Keys diz que Ultraviolence, de Lana Del Rey, é "um monstro sonoro"

por em 27/03/2014
Imagem: Divulgação

O aguardado novo disco de Lana Del Rey, intitulado Ultraviolence, está quase chegando. Depois da própria cantora confirmar a presença de Dan Aurback – vocalista e guitarrista do The Black Keys – na produção do álbum, foi a vez do cantor falar um pouco sobre a parceria: “É um monstro sonoro. É lindo. Eu mal posso esperar para as pessoas ouvirem”, disse o astro em entrevista à BBC.

Aurback ainda compara Ultraviolence à Born To Die, primeiro disco da cantora, que foi massacrado pela crítica especializada. “Eu acho que o primeiro disco foi uma coletânea de músicas gravadas, mas o Ultraviolence teve Lana cantando em estúdio com uma banda completa, é algo realmente mágico o que conseguimos gravar. Esse tipo de coisa não é algo que você consegue criar com um programa (...) É algo totalmente diferente para ela”, finalizou.

O novo álbum de Lana Del Rey, segundo a própria artista, está previsto para o dia 1º de maio, mas a data deve ser adiada, já que nenhum single foi divulgado. Especula-se que o trabalho pode, ainda, trazer parceria com o rapper The Weeknd.