NOTÍCIAS

8 gringos que já causaram no Carnaval

por em 03/02/2016

O Carnaval é mais ou menos como a Copa do Mundo por aqui: mesmo quem não gosta de futebol, gosta dos feriados em dias de jogos da seleção. A festa e o esporte bretão são os dois orgulhos nacionais, os nossos cartões de visita para o mundo. E, mesmo quando o Brasil não chega à final ou mesmo quando nos inteiramos da violência que rola no período carnavalesco, a alegria nas ruas contagia geral.

Foi com esse espírito que Billboard Brasil elaborou uma lista de artistas internacionais que vieram conferir nosso ziriguidum de perto, seja no Nordeste ou no Sudeste. São casos de gringos que causaram tanto quanto (se não mais do que) as rainhas de escola de samba da Marquês de Sapucaí.

Psy

01

Patrocinado por uma empresa de lâminas para barbear, o rapper sul-coreano Psy esteve no carnaval de Salvador, em 2013. Dançou com Claudia Leitte e Sabrina Sato e animou os foliões com a sua “Gangnam Style”, hit daquele verão. “Carnaval é uma doideira e eu vim aqui para colocar lenha na fogueira”, disse Psy, numa entrevista coletiva, assim que chegou à capital baiana. Como se Claudia Leitte precisasse de ajuda.

Bob Sinclar

bob sinclair

O DJ e produtor francês Bob Sinclar, que estourou mundialmente em 2005 com “Love Generation”, já esteve no Carnaval brasileiro mais de uma vez. Em 2012, 2013 e 2015 ele aproveitou a festa para fazer turnês pelo país. De Salvador ao litoral paulista, passando tanto por grandes palcos quanto por camarotes exclusivos, Bob sentiu um gostinho da nossa festa.

Björk

02

Björk passou pelo Carnaval de Salvador em 2004, quando seu então namorado, o artista plástico americano Matthew Barney, fez uma intervenção em cima de um bloco e criou bastante polêmica (Inhotim, o impressionante museu mineiro, exibe um vídeo dessa performance). O feriado da cantora foi quase perfeito. Quase porque foi divulgado pela mídia que o seu delicado metabolismo islandês levou uma rasteira na madrugada em que ela experimentou pela primeira vez um prato típico da desafiadora culinária baiana.

Will.I.Am

will.i.am

O produtor e líder do Black Eyed Peas não precisa de muitas desculpas para vir ao Brasil. Conhecedor e admirador da música brasileira, já fez diversas parcerias com artistas nacionais. Mas o Carnaval é sempre uma boa desculpa para que ele volte ao país.

Jennifer Lopez

03

Garota-propaganda de uma marca de cerveja, J.Lo acompanhou o desfile das escolas de samba no Rio de Janeiro em 2012. Segundo relatos de quem estava no camarote, apesar da boa vontade, Jennifer não leva jeito para o samba. Nem gosta de beber cerveja, conforme declarou em entrevista à época, para a “alegria” de quem bancou sua vinda ao país.

Madonna

madonna

A cantora Madonna causou no Carnaval do Rio de Janeiro em 2010. Convidada por um camarote da Sapucaí, Madonna, na época ainda casada com o brasileiro Jesus Luz, viu os desfiles do Rio bem de perto e foi fotografada acompanhada por Sergio Cabral (governador do Rio na época) e Dilma Rousseff.

U2

04

Bono e seu grupo foram convidados pelo então Ministro da Cultura Gilberto Gil, em 2006, para conhecerem e participarem do Carnaval de Salvador. Extrovertida como só ela, Ivete Sangalo comandou a interação com os irlandeses de cima do trio elétrico. Cantou “Vertigo” com a ajuda de Bono (que improvisou um “hello, Iveth” na letra) e até pediu para o taciturno The Edge requebrar. “Shake that body, The Edge!”.

Will Smith

05

O rapper e ator Will Smith “causou” no carnaval do Rio de Janeiro, em 2013. O americano subiu morro (ele esteve no pacificado Vidigal), dançou funk e assistiu aos desfiles das escolas de samba. Até Naldo ele conheceu. Na verdade, não só conheceu como pirou na música “Amor De Chocolate” e pediu para o brasileiro escrever um hit do tipo para ele. Desde então, Naldo sonha que Will o interprete no cinema. Sonhar, no Carnaval, é permitido.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Eu Vou Te Buscar (Cha La La La La) (part. Hungria Hip Hop)
Gusttavo LIma
2
Amor Da Sua Cama
Felipe Araújo
3
Saudade
Eduardo Costa
4
Bengala E Crochê
Maiara & Maraisa
5
De Quem É A Culpa?
Marília Mendonça
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

8 gringos que já causaram no Carnaval

por em 03/02/2016

O Carnaval é mais ou menos como a Copa do Mundo por aqui: mesmo quem não gosta de futebol, gosta dos feriados em dias de jogos da seleção. A festa e o esporte bretão são os dois orgulhos nacionais, os nossos cartões de visita para o mundo. E, mesmo quando o Brasil não chega à final ou mesmo quando nos inteiramos da violência que rola no período carnavalesco, a alegria nas ruas contagia geral.

Foi com esse espírito que Billboard Brasil elaborou uma lista de artistas internacionais que vieram conferir nosso ziriguidum de perto, seja no Nordeste ou no Sudeste. São casos de gringos que causaram tanto quanto (se não mais do que) as rainhas de escola de samba da Marquês de Sapucaí.

Psy

01

Patrocinado por uma empresa de lâminas para barbear, o rapper sul-coreano Psy esteve no carnaval de Salvador, em 2013. Dançou com Claudia Leitte e Sabrina Sato e animou os foliões com a sua “Gangnam Style”, hit daquele verão. “Carnaval é uma doideira e eu vim aqui para colocar lenha na fogueira”, disse Psy, numa entrevista coletiva, assim que chegou à capital baiana. Como se Claudia Leitte precisasse de ajuda.

Bob Sinclar

bob sinclair

O DJ e produtor francês Bob Sinclar, que estourou mundialmente em 2005 com “Love Generation”, já esteve no Carnaval brasileiro mais de uma vez. Em 2012, 2013 e 2015 ele aproveitou a festa para fazer turnês pelo país. De Salvador ao litoral paulista, passando tanto por grandes palcos quanto por camarotes exclusivos, Bob sentiu um gostinho da nossa festa.

Björk

02

Björk passou pelo Carnaval de Salvador em 2004, quando seu então namorado, o artista plástico americano Matthew Barney, fez uma intervenção em cima de um bloco e criou bastante polêmica (Inhotim, o impressionante museu mineiro, exibe um vídeo dessa performance). O feriado da cantora foi quase perfeito. Quase porque foi divulgado pela mídia que o seu delicado metabolismo islandês levou uma rasteira na madrugada em que ela experimentou pela primeira vez um prato típico da desafiadora culinária baiana.

Will.I.Am

will.i.am

O produtor e líder do Black Eyed Peas não precisa de muitas desculpas para vir ao Brasil. Conhecedor e admirador da música brasileira, já fez diversas parcerias com artistas nacionais. Mas o Carnaval é sempre uma boa desculpa para que ele volte ao país.

Jennifer Lopez

03

Garota-propaganda de uma marca de cerveja, J.Lo acompanhou o desfile das escolas de samba no Rio de Janeiro em 2012. Segundo relatos de quem estava no camarote, apesar da boa vontade, Jennifer não leva jeito para o samba. Nem gosta de beber cerveja, conforme declarou em entrevista à época, para a “alegria” de quem bancou sua vinda ao país.

Madonna

madonna

A cantora Madonna causou no Carnaval do Rio de Janeiro em 2010. Convidada por um camarote da Sapucaí, Madonna, na época ainda casada com o brasileiro Jesus Luz, viu os desfiles do Rio bem de perto e foi fotografada acompanhada por Sergio Cabral (governador do Rio na época) e Dilma Rousseff.

U2

04

Bono e seu grupo foram convidados pelo então Ministro da Cultura Gilberto Gil, em 2006, para conhecerem e participarem do Carnaval de Salvador. Extrovertida como só ela, Ivete Sangalo comandou a interação com os irlandeses de cima do trio elétrico. Cantou “Vertigo” com a ajuda de Bono (que improvisou um “hello, Iveth” na letra) e até pediu para o taciturno The Edge requebrar. “Shake that body, The Edge!”.

Will Smith

05

O rapper e ator Will Smith “causou” no carnaval do Rio de Janeiro, em 2013. O americano subiu morro (ele esteve no pacificado Vidigal), dançou funk e assistiu aos desfiles das escolas de samba. Até Naldo ele conheceu. Na verdade, não só conheceu como pirou na música “Amor De Chocolate” e pediu para o brasileiro escrever um hit do tipo para ele. Desde então, Naldo sonha que Will o interprete no cinema. Sonhar, no Carnaval, é permitido.