NOTÍCIAS

17 ícones da música que nunca ganharam um Grammy

Grandes nomes da indústria que, por algum motivo, não agradaram à academia

por Redação em 23/01/2018

Lembra quando o elenco do seriado Glee foi indicado ao Grammy em 2011 por sua versão de “Don’t Stop Believin’”, do Journey, competindo contra Sade, Maroon 5 e Paramore?

Tudo bem se você não lembra desse momento. Mas adivinha quem nunca foi indicado pela mesma música? A propria banda responsável pela versão original, Journey.

Os integrantes do Hall da Fama do Rock nunca ganharam um Grammy e foram indicados apenas uma vez ao longo de toda a carreira.

A banda é um dos nomes mais respeitados da indústria mas, por algum motivo, não foi valorizada pelo comitê do Grammy, ainda que artistas muito mais novos, como Kanye West e Beyoncé, já tenham ganhado mais de 20 estatuetas cada um. “Sou muito grato porque os fãs continuam aqui,independentemente do que tenho na minha estante”, disse Neal Schon, do Journey, em entrevista à Associated Press. “Se acontecer, é um gesto legal e algo para relembrar tudo que você fez e conquistou, mas quem sabe? Tenho tudo isso no meu coração.”

Os Rolling Stones, por exemplo, só ganharam dois Grammy em toda a carreira, enquanto o Led Zeppelin recebeu seu primeiro prêmio apenas em 2014. Lou Reed nunca foi eleito pela sua música, mas tem um Grammy pelo Velvet Underground por Melhor Clipe.

Veja, na galeria a seguir, outros grandes artistas que nunca ganharam um Grammy. Os nomes com asterisco (*) receberam a homenagem pelo reconhecimento da obra:

Diana Ross*: 12 indicações. A artista ganhou, apenas, o prêmio Lifetime Achievement em 2012, em reconhecimento a sua obra, mas nessa categoria não há concorrentes.

Divulgação

Snoop Dogg: 16 indicações.

Divulgação

Bob Marley*: nenhuma indicação. O primeiro Grammy para um artista de reggae foi entregue em 1985, quatro anos depois da morte de Marley. Sabemos que ele deveria ter sido pelo menos indicado enquanto estava vivo. Ainda bem que seus filhos foram vencedores: Ziggy e Stephen ganharam oito Grammy cada, enquanto Damien, Cedella e Sharon ganharam três cada.

Divulgação

Chuck Berry*: nenhuma indicação.

Reprodução

The Beach Boys*: 4 indicações. “Good Vibrations” perdeu em três categorias em 1967.

Divulgação

Patsy Cline*: nenhuma indicação. Patsy morreu em 1963, quatro anos depois da primeira edição do Grammy.

Divulgação

Jimi Hendrix*: 1 indicação. A única que teve foi pela versão instrumental de “The Star-Spangled Banner”, uma música que não é original.

Reprodução

Queen: 4 indicações. “Bohemian Rhapsody” e “Another One Bites The Dust” perderam para Bob Seger e Chicago, respectivamente.

Reprodução

Notorious B.I.G: 4 indicações. Biggie perdeu dois Grammy na cerimônia de 1998, realizada quase um ano depois da sua morte, para o amigo Puff Daddy. Pior ainda é digerir que “Hypnotize” perdeu na categoria Melhor Performance Rap Solo para “Men In Black”, de Will Smith.

Reprodução

Tupac Shakur: 6 indicações. Pelo menos Tupac perdeu para o single de estreia “My Name Is”, de Eminem, The Fugees e Bone Thugs-N-Harmony.

Reprodução

Depeche Mode: 5 indicações. Justin Timberlake e Janet Jackson derrotaram o grupo.

Divulgação

Patti Smith: 4 indicações. Sheryl Crow e Fiona Apple se deram melhor que Patti, de acordo com o Grammy, quando ela foi indicada em dois anos diferentes por Melhor Performance Vocal Feminina de Rock. Ela também perdeu para Carol Burnett e Jimmy Carter na categoria Melhor Álbum Falado.

Divulgação

Janis Joplin*: 2 indicações. Pelo menos perdeu para “Tapestry”, de Carole King, e “Bridge Over Troubled Water”, de Aretha Franklin, em 1972.

Reprodução

Nas: 13 indicações. Existe algum rapper mais artístico e com letras mais profundas que Nas? Ele é, basicamente, o tipo de artista pelo qual o Grammy foi criado, mas nunca recebeu um prêmio.

Divulgação

Run-D.M.C.*: 1 indicação. Na edição de 1987, o rap não participava da premiação, então o Run D.M.C. competiu n a categoria R&B com “Raising Hell”. Mas não teve como. Prince and the Revolution foi indicado na mesma categoria por “Kiss” e levou a melhor.  

Divulgação

A Tribe Called Quest: 4 indicações. Como prêmio de consolação, Q-Tip levou para casa a estatueta de Melhor Gravação Dance com o Chemical Brothers por “Galvanize”.

Divulgação

Kenny Chesney: 6 indicações. Cinco das seis nomeações foram por colaborações, então a escolha deste ano para Melhor Álbum Country é uma novidade para o cantor veterano. Talvez seja a chance dele.  

Divulgação

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Zé da Recaída
Gusttavo Lima
2
Só Pra Castigar
Wesley Safadão
3
Sofázinho (Part. Jorge & Mateus)
Luan Santana
4
Atrasadinha (Part. Ferrugem)
Felipe Araújo
5
Notificação Preferida
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

17 ícones da música que nunca ganharam um Grammy

Grandes nomes da indústria que, por algum motivo, não agradaram à academia

por Redação em 23/01/2018

Lembra quando o elenco do seriado Glee foi indicado ao Grammy em 2011 por sua versão de “Don’t Stop Believin’”, do Journey, competindo contra Sade, Maroon 5 e Paramore?

Tudo bem se você não lembra desse momento. Mas adivinha quem nunca foi indicado pela mesma música? A propria banda responsável pela versão original, Journey.

Os integrantes do Hall da Fama do Rock nunca ganharam um Grammy e foram indicados apenas uma vez ao longo de toda a carreira.

A banda é um dos nomes mais respeitados da indústria mas, por algum motivo, não foi valorizada pelo comitê do Grammy, ainda que artistas muito mais novos, como Kanye West e Beyoncé, já tenham ganhado mais de 20 estatuetas cada um. “Sou muito grato porque os fãs continuam aqui,independentemente do que tenho na minha estante”, disse Neal Schon, do Journey, em entrevista à Associated Press. “Se acontecer, é um gesto legal e algo para relembrar tudo que você fez e conquistou, mas quem sabe? Tenho tudo isso no meu coração.”

Os Rolling Stones, por exemplo, só ganharam dois Grammy em toda a carreira, enquanto o Led Zeppelin recebeu seu primeiro prêmio apenas em 2014. Lou Reed nunca foi eleito pela sua música, mas tem um Grammy pelo Velvet Underground por Melhor Clipe.

Veja, na galeria a seguir, outros grandes artistas que nunca ganharam um Grammy. Os nomes com asterisco (*) receberam a homenagem pelo reconhecimento da obra:

Diana Ross*: 12 indicações. A artista ganhou, apenas, o prêmio Lifetime Achievement em 2012, em reconhecimento a sua obra, mas nessa categoria não há concorrentes.

Divulgação

Snoop Dogg: 16 indicações.

Divulgação

Bob Marley*: nenhuma indicação. O primeiro Grammy para um artista de reggae foi entregue em 1985, quatro anos depois da morte de Marley. Sabemos que ele deveria ter sido pelo menos indicado enquanto estava vivo. Ainda bem que seus filhos foram vencedores: Ziggy e Stephen ganharam oito Grammy cada, enquanto Damien, Cedella e Sharon ganharam três cada.

Divulgação

Chuck Berry*: nenhuma indicação.

Reprodução

The Beach Boys*: 4 indicações. “Good Vibrations” perdeu em três categorias em 1967.

Divulgação

Patsy Cline*: nenhuma indicação. Patsy morreu em 1963, quatro anos depois da primeira edição do Grammy.

Divulgação

Jimi Hendrix*: 1 indicação. A única que teve foi pela versão instrumental de “The Star-Spangled Banner”, uma música que não é original.

Reprodução

Queen: 4 indicações. “Bohemian Rhapsody” e “Another One Bites The Dust” perderam para Bob Seger e Chicago, respectivamente.

Reprodução

Notorious B.I.G: 4 indicações. Biggie perdeu dois Grammy na cerimônia de 1998, realizada quase um ano depois da sua morte, para o amigo Puff Daddy. Pior ainda é digerir que “Hypnotize” perdeu na categoria Melhor Performance Rap Solo para “Men In Black”, de Will Smith.

Reprodução

Tupac Shakur: 6 indicações. Pelo menos Tupac perdeu para o single de estreia “My Name Is”, de Eminem, The Fugees e Bone Thugs-N-Harmony.

Reprodução

Depeche Mode: 5 indicações. Justin Timberlake e Janet Jackson derrotaram o grupo.

Divulgação

Patti Smith: 4 indicações. Sheryl Crow e Fiona Apple se deram melhor que Patti, de acordo com o Grammy, quando ela foi indicada em dois anos diferentes por Melhor Performance Vocal Feminina de Rock. Ela também perdeu para Carol Burnett e Jimmy Carter na categoria Melhor Álbum Falado.

Divulgação

Janis Joplin*: 2 indicações. Pelo menos perdeu para “Tapestry”, de Carole King, e “Bridge Over Troubled Water”, de Aretha Franklin, em 1972.

Reprodução

Nas: 13 indicações. Existe algum rapper mais artístico e com letras mais profundas que Nas? Ele é, basicamente, o tipo de artista pelo qual o Grammy foi criado, mas nunca recebeu um prêmio.

Divulgação

Run-D.M.C.*: 1 indicação. Na edição de 1987, o rap não participava da premiação, então o Run D.M.C. competiu n a categoria R&B com “Raising Hell”. Mas não teve como. Prince and the Revolution foi indicado na mesma categoria por “Kiss” e levou a melhor.  

Divulgação

A Tribe Called Quest: 4 indicações. Como prêmio de consolação, Q-Tip levou para casa a estatueta de Melhor Gravação Dance com o Chemical Brothers por “Galvanize”.

Divulgação

Kenny Chesney: 6 indicações. Cinco das seis nomeações foram por colaborações, então a escolha deste ano para Melhor Álbum Country é uma novidade para o cantor veterano. Talvez seja a chance dele.  

Divulgação