NOTÍCIAS

As 10 parcerias mais inesperadas de 2018

Relembre faixas que uniram artistas de universos distintos e que não chamaram tanta atenção do público

por Redação em 21/12/2018

Mais do que qualquer outro ano, parece que 2018 foi o momento perfeito para parcerias inesperadas. O dueto de Ed Sheeran e Beyoncé, “Perfect”, passou cerca de um mês no topo do Hot 100 e, durante o verão norte-americano, “I Like It”, parceria entre Cardi B, Bad Bunny e J Balvin, bombou.

                
Reunimos a seguir algumas parcerias inesperadas, incluindo mesclas de gêneros inusitados, que não receberam tanta atenção neste ano:

Sting, Shaggy - "Don't Make Me Wait"

"Don’t Make Me Wait” foi a primeira música de trabalho do álbum colaborativo entre Sting e Shaggy, 44/876. Com apelo pop, o projeto funde os estilos diferentes dos artistas.  

Clean Bandit, Marina, Luis Fonsi - “Baby”
A cantora e compositora Marina, agora sem o “the Diamonds” no nome artístico, entrega seu vocal lírico ao single “Baby”, com vibe flamenco, criado pelo grupo britânico Clean Bandit. Luis Fonsi, do hit “Despacito”, participa da música.

Tom Morello, Portugal. The Man, Whethan -  "Every Step That I Take"  
O disco mais recente do guitarrista do Rage Against The Machine Tom Morello, The Atlas Underground, conta com várias colaborações surpreendentes, de Steve Aoki a Marcus Mumford. Nesta faixa, Morello une forças com o Portugal. The Man e o DJ Whethan para homenagear Chris Cornell.

Olly Murs, Snoop Dogg - “Moves”
Snoop escreveu a música com Ed Sheeran para Murs. A faixa faz parte da trilha do filme Johnny English 3.0. 



Sam Feldt, Jeremy Renner - “Heaven (Don’t Have a Name)”

Você leu certo: O Gavião Arqueiro de Os Vingadores participa de uma faixa dance e ela é bem grudenta. Sam Feldt disse para a Billboard em outubro que sempre foi fã dos filmes de Jeremy Renner e que quando descobriu que o ator sabia cantar, entrou em contato para a parceria.



Young Thug, Elton John - "High"
O EP On The Rvn, de Young Thug, inclui essa colaboração com Elton John, em um remix original do hit de 1972 “Rocket Man”. 

Super Junior, Leslie Grace - “Lo Siento"
Uma rara colaboração entre latinos e coreanos, essa parceria do grupo de K-Pop de 13 integrantes Super Junior e a popstar Leslie Grace tem letra em inglês, espanhol e coreano. A faixa rendeu ao Super Junior a marca de primeiro artista de K-Pop a estrear no ranking Latin Digital Song Sales.

Andrea Bocelli, Dua Lipa -  "If Only"

Neste ano, o tenor italiano Andrea Bocelli emplacou um disco em 1º lugar no Billboard 200 pela primeira vez. chegou ao topo em parte graças a lista de participações especiais: Ed Sheeran, Josh Groban e o filho do artista, Matteo Bocelli. Porém, o dueto que se destacou foi “If Only”, uma linda faixa cantada com Dua Lipa que se encaixaria em qualquer trilha de filme da Disney.  

Bon Iver, Eminem - "Fall"

"Fall" foi uma oportunidade que unir dois artistas muito diferentes, mas, por causa da escolha infeliz do rapper em usar uma palavra tida como homofóbica por norte-americanos para se referir a Tyler, the Creator, Justin Vernon, do Bon Iver, usou as redes sociais após o lançamento para se distanciar da faixa. “Não estava no estúdio para a faixa de Eminem… Não sou fã da mensagem. Pedi para mudarem a música, não o fizeram.” 

Benny Blanco, Juice WRLD, Brendon Urie - “Roses”

O compositor e produtor Benny Blanco lançou várias colaborações neste ano ano com Halsey/Khalid e Calvin Harris, mas salvou a faixa “Roses”, com Brendon Urie, do Panic! At The Disco, e o rapper Juice WRLD, para o fim de 2018. 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Não Abro Mão
Maiara & Maraisa
2
Infarto
Diego & Victor Hugo
3
Solteiro Não Trai
Gustavo Mioto
3
Vingança (Part. MC Kekel)
Luan Santana
5
Atrasadinha (Part. Ferrugem)
Felipe Araújo
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

As 10 parcerias mais inesperadas de 2018

Relembre faixas que uniram artistas de universos distintos e que não chamaram tanta atenção do público

por Redação em 21/12/2018

Mais do que qualquer outro ano, parece que 2018 foi o momento perfeito para parcerias inesperadas. O dueto de Ed Sheeran e Beyoncé, “Perfect”, passou cerca de um mês no topo do Hot 100 e, durante o verão norte-americano, “I Like It”, parceria entre Cardi B, Bad Bunny e J Balvin, bombou.

                
Reunimos a seguir algumas parcerias inesperadas, incluindo mesclas de gêneros inusitados, que não receberam tanta atenção neste ano:

Sting, Shaggy - "Don't Make Me Wait"

"Don’t Make Me Wait” foi a primeira música de trabalho do álbum colaborativo entre Sting e Shaggy, 44/876. Com apelo pop, o projeto funde os estilos diferentes dos artistas.  

Clean Bandit, Marina, Luis Fonsi - “Baby”
A cantora e compositora Marina, agora sem o “the Diamonds” no nome artístico, entrega seu vocal lírico ao single “Baby”, com vibe flamenco, criado pelo grupo britânico Clean Bandit. Luis Fonsi, do hit “Despacito”, participa da música.

Tom Morello, Portugal. The Man, Whethan -  "Every Step That I Take"  
O disco mais recente do guitarrista do Rage Against The Machine Tom Morello, The Atlas Underground, conta com várias colaborações surpreendentes, de Steve Aoki a Marcus Mumford. Nesta faixa, Morello une forças com o Portugal. The Man e o DJ Whethan para homenagear Chris Cornell.

Olly Murs, Snoop Dogg - “Moves”
Snoop escreveu a música com Ed Sheeran para Murs. A faixa faz parte da trilha do filme Johnny English 3.0. 



Sam Feldt, Jeremy Renner - “Heaven (Don’t Have a Name)”

Você leu certo: O Gavião Arqueiro de Os Vingadores participa de uma faixa dance e ela é bem grudenta. Sam Feldt disse para a Billboard em outubro que sempre foi fã dos filmes de Jeremy Renner e que quando descobriu que o ator sabia cantar, entrou em contato para a parceria.



Young Thug, Elton John - "High"
O EP On The Rvn, de Young Thug, inclui essa colaboração com Elton John, em um remix original do hit de 1972 “Rocket Man”. 

Super Junior, Leslie Grace - “Lo Siento"
Uma rara colaboração entre latinos e coreanos, essa parceria do grupo de K-Pop de 13 integrantes Super Junior e a popstar Leslie Grace tem letra em inglês, espanhol e coreano. A faixa rendeu ao Super Junior a marca de primeiro artista de K-Pop a estrear no ranking Latin Digital Song Sales.

Andrea Bocelli, Dua Lipa -  "If Only"

Neste ano, o tenor italiano Andrea Bocelli emplacou um disco em 1º lugar no Billboard 200 pela primeira vez. chegou ao topo em parte graças a lista de participações especiais: Ed Sheeran, Josh Groban e o filho do artista, Matteo Bocelli. Porém, o dueto que se destacou foi “If Only”, uma linda faixa cantada com Dua Lipa que se encaixaria em qualquer trilha de filme da Disney.  

Bon Iver, Eminem - "Fall"

"Fall" foi uma oportunidade que unir dois artistas muito diferentes, mas, por causa da escolha infeliz do rapper em usar uma palavra tida como homofóbica por norte-americanos para se referir a Tyler, the Creator, Justin Vernon, do Bon Iver, usou as redes sociais após o lançamento para se distanciar da faixa. “Não estava no estúdio para a faixa de Eminem… Não sou fã da mensagem. Pedi para mudarem a música, não o fizeram.” 

Benny Blanco, Juice WRLD, Brendon Urie - “Roses”

O compositor e produtor Benny Blanco lançou várias colaborações neste ano ano com Halsey/Khalid e Calvin Harris, mas salvou a faixa “Roses”, com Brendon Urie, do Panic! At The Disco, e o rapper Juice WRLD, para o fim de 2018.