NOTÍCIAS

Atentado em Istambul é captado em vídeo por artistas de rua

Explosões deixaram 39 mortos e 154 feridos

por Redação em 12/12/2016

Trinta e nove pessoas foram mortas e 154 ficaram feridas após as duas explosões que aconteceram do lado de fora de um estádio em Istambul, Turquia, na noite de sábado (10/12). O momento exato do atentado foi capturado em vídeo por um pedestre que gravava o número de artistas de rua que tocavam no local. 

O vídeo, que pode ser visto abaixo, mostra uma das explosões nas proximidades do estádio Vodafone Arena, casa do time Besiktas. Dois homens não identificados são vistos enquanto se apresentam, sem perceber a luminosidade causada pelo atentado atrás deles - até serem alertados pela pessoa com a câmera. O som da explosão é ouvido depois. 

Integrantes do Falcões da Liberdade do Curdistão, um grupo radical, reivindicaram a autoria dos ataques, de acordo com o jornal New York Times. Eles afirmaram que o atentado foi uma retaliação à violência na região curda da Turquia e à prisão do líder Abdullah Ocalan. Um dos ataques, promovido por um homem bomba, tinha como alvo os policiais.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Zé da Recaída
Gusttavo Lima
2
Só Pra Castigar
Wesley Safadão
3
Notificação Preferida
Zé Neto & Cristiano
4
Quem Pegou, Pegou
Henrique & Juliano
5
Coração Infectado
Maiara & Maraisa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Atentado em Istambul é captado em vídeo por artistas de rua

Explosões deixaram 39 mortos e 154 feridos

por Redação em 12/12/2016

Trinta e nove pessoas foram mortas e 154 ficaram feridas após as duas explosões que aconteceram do lado de fora de um estádio em Istambul, Turquia, na noite de sábado (10/12). O momento exato do atentado foi capturado em vídeo por um pedestre que gravava o número de artistas de rua que tocavam no local. 

O vídeo, que pode ser visto abaixo, mostra uma das explosões nas proximidades do estádio Vodafone Arena, casa do time Besiktas. Dois homens não identificados são vistos enquanto se apresentam, sem perceber a luminosidade causada pelo atentado atrás deles - até serem alertados pela pessoa com a câmera. O som da explosão é ouvido depois. 

Integrantes do Falcões da Liberdade do Curdistão, um grupo radical, reivindicaram a autoria dos ataques, de acordo com o jornal New York Times. Eles afirmaram que o atentado foi uma retaliação à violência na região curda da Turquia e à prisão do líder Abdullah Ocalan. Um dos ataques, promovido por um homem bomba, tinha como alvo os policiais.