NOTÍCIAS

Banda colombiana se destaca no carnaval de Recife

por em 12/02/2013
Imagem: Divulgação
A banda Monsieur Periné não é conhecida no Brasil. Na verdade, o septeto colombiano nunca havia se apresentado no país vizinho até o começo de 2013. Mas as milhares de pessoas que estavam no palco da segunda noite do Rec-Beat não aparentavam decepção. A mistura de música popular latina e pop chamou a atenção do público. "Tocamos um swing à la colombiana", explicou a vocalista Catalina García.

De fato, guitarra e bateria se misturavam com a flauta e diversos instrumentos de percussão latinos. "Nossa influência é africana e europeia", contou Fabián Peñaranda, o baixista. Segundo ele, o objetivo da alta quantidade de instrumentos é "dar uma estética de orquestra, com cara de música popular da América Latina".

Na plateia, o público dançava e até tentava acertar alguns refrãos.  "A língua tem suas diferenças, mas isso não importa: a música é universal", afirma Catalina.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ausência
Marília Mendonça
2
Beijo de Varanda
Bruno & Marrone
3
Buá Buá
Naiara Azevedo
4
Olha Ela Aí
Eduardo Costa
5
Cada Um Na Sua
Fernando & Sorocaba
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Banda colombiana se destaca no carnaval de Recife

por em 12/02/2013
Imagem: Divulgação
A banda Monsieur Periné não é conhecida no Brasil. Na verdade, o septeto colombiano nunca havia se apresentado no país vizinho até o começo de 2013. Mas as milhares de pessoas que estavam no palco da segunda noite do Rec-Beat não aparentavam decepção. A mistura de música popular latina e pop chamou a atenção do público. "Tocamos um swing à la colombiana", explicou a vocalista Catalina García.

De fato, guitarra e bateria se misturavam com a flauta e diversos instrumentos de percussão latinos. "Nossa influência é africana e europeia", contou Fabián Peñaranda, o baixista. Segundo ele, o objetivo da alta quantidade de instrumentos é "dar uma estética de orquestra, com cara de música popular da América Latina".

Na plateia, o público dançava e até tentava acertar alguns refrãos.  "A língua tem suas diferenças, mas isso não importa: a música é universal", afirma Catalina.