NOTÍCIAS

Confira a lista dos dez momentos mais chocantes do Grammy

por em 10/02/2013
Imagem: Divulgação

Neste domingo (10), será realizada em Los Angeles a cerimônia do Grammy, que começa a temporada de premiações musicais de 2013. Apesar da organização do evento ter publicado uma polêmica cartilha de dress code para os convidados, onde passam muitos artistas, muitas bizarrices podem acontecer. Pensando nisso, a Billboard listou dez dos momentos mais chocantes entre as 55 edições do prêmio. Tem artista que desafiou as leis da decência, que foi preso por falsificar um funk e que apareceu dentro de um ovo. Confira:

10. Nicki Minaj e o exorcismo no Grammy de 2012

A performance de Nicki Minaj no ano passado foi, no mínimo, bizarra. A apresentação de quase cinco minutos dos seus, até então, novos singles “Roman's Revenge” e “Roman Holiday” incluía padres dançarinos, uma sessão de exorcismo e até levitação.

9. Sinead não quis mostrar o rosto no Grammy de 1990


Sinead O'Connor Black Boys on Mopeds por Celtiemama

Em 1990, a sempre polêmica Sinead O'Connor era um dos destaques do ano com o lançamento do elogiado I Do Not Want What I Haven’t Got, que traz o hit “Nothing Compares 2 U”. Após causar polêmica ao rasgar uma foto do Papa João Paulo II ao vivo durante uma performance no Saturday Night Live, a cantora resolveu boicotar o Grammy e se apresentar de costas. Como se atitude não fosse deselegante o suficiente, Sinead ainda se recusou a aceitar o prêmio de Melhor Performance de Música Alternativa, alegando que a premiação havia se tornado “comercial demais”.

8. [A falta de] look de Jennifer Lopez, no Grammy de 2000

Jennifer Lopez causou uma comoção mundial ao subir ao palco do Grammy, em 2000, com um Versace tão “discreto” que justifica o dress code adotado pelo evento neste ano, proibindo que artistas desfilem pelo tapete vermelho com roupas sensuais. Nem o pequeno broche que segurava o traje foi capaz de resgatar a dignidade perdida quando a cantora teve que lidar com gritos de “tira a roupa, tira a roupa!”.

7. Elton John & Eminem juntos, no Grammy de 2001

Elton John surpreendeu muita gente quando subiu ao palco do Grammy de 2001 para se apresentar com Eminem, que na época era constantemente apontado como homofóbico. O Twitter ainda não existia, mas as comunidades gays fizeram muito barulho em protesto pela elogiada – e inusitada - performance musical da dupla.

6. Lady Gaga e seu case de ovo, no Grammy de 2011

Lady Gaga escolheu o palco do Grammy para estrear o single “Born This Way”, que conta com uma performance inusitada, hoje já conhecida pelos fãs da cantora. Porém, mais do que pela apresentação, Gaga chamou atenção por desfilar no tapete vermelho do evento a bordo de um recipiente em forma de ovo segurado por “servos” seminus.

 

5. Ol' Dirty chateado com o resultado do Grammy, em 1998

Muitas pessoas ficaram indignadas com a invasão de Kanye West durante o discurso de Taylor Swift, que havia levado o prêmio de Melhor Video Clipe no VMA, em 2009. Mas, dez anos antes, o público do Grammy já havia passado por esse mesmo momento de constrangimento, quando o rapper Ol' Dirty Bastard se revoltou com a derrota do Wu Tang Clan para Puff Daddy na categoria Melhor Álbum de Hip-Hop e resolveu subir ao palco para demonstrar sua revolta com a escolha. O detalhe mais bizarro era que o Wu Tang nem estava entre os indicados ao prêmio.

 

4. Treta de Chris Brown e Rihanna, no Grammy de 2009

O casal Rihanna e Chris Brown está prestes a oficializar sua reconciliação no tapete vermelho do Grammy, no próximo dia 10. Curiosamente, uma das festas que antecipava o evento, em 2009, foi o palco de uma das maiores polêmicas da música, quando o cantor agrediu a caribenha após uma crise de ciúmes. Os graves ferimentos faciais de Rihanna fizeram com que os dois artistas cancelassem suas aparições na premiação, o que obviamente não foi suficiente para abafar a polêmica que circula pelos noticiários até hoje.

 

3. Milli Vanilli os reis do playback, no Grammy de 1990

A história de Milli Vanilli podia ter tido um final menos trágico, caso não tivessem revelado que o duo alemão nunca cantou suas próprias músicas. A dupla levou para casa o prêmio de Melhor Artista Revelação, em 1990, mas, após ser desmascarada, foi obrigada a devolver o prêmio - até hoje, a única decisão revogada pela academia. Os modelos Rob Pilatus e Fabrice Morvan, que compunham o grupo, apenas dublavam vozes gravadas por outros interpretes.

 

2. Bob Dylan e seu dançarino auxiliar, no Grammy de 1998

Todos querem um pedaço de Bob Dylan. Essa tese foi comprovada quando, no Grammy de 1998, um dançarino resolveu roubar a cena enquanto Dylan apresentava o clássico “Love Sick”. Após burlar a segurança, invadir o palco, e rasgar a camisa em plena transmissão ao vivo para o mundo, o dançarino escreveu no peito “Soy Bomb” e perturbou o veterano por pelo menos 40 segundos.

 

1. Whitney Houston morre um dia antes do Grammy, em 2012

O Grammy de 2012 perdeu uma de suas maiores estrelas. Algumas horas antes de sua apresentação em uma festa pré-premiação, Whitney Houston foi encontrada morta no hotel onde se preparava para a performance. A notícia do falecimento da cantora abalou o mundo da música e desfalcou de última hora a cerimônia do Grammy. Na ocasião, a premiação prestou uma pequena homenagem à Whitney, mas este ano promete dar a ela o tributo merecido.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Zé da Recaída
Gusttavo Lima
2
Só Pra Castigar
Wesley Safadão
3
Notificação Preferida
Zé Neto & Cristiano
4
Coração Infectado
Maiara & Maraisa
5
Quem Pegou, Pegou
Henrique & Juliano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Confira a lista dos dez momentos mais chocantes do Grammy

por em 10/02/2013
Imagem: Divulgação

Neste domingo (10), será realizada em Los Angeles a cerimônia do Grammy, que começa a temporada de premiações musicais de 2013. Apesar da organização do evento ter publicado uma polêmica cartilha de dress code para os convidados, onde passam muitos artistas, muitas bizarrices podem acontecer. Pensando nisso, a Billboard listou dez dos momentos mais chocantes entre as 55 edições do prêmio. Tem artista que desafiou as leis da decência, que foi preso por falsificar um funk e que apareceu dentro de um ovo. Confira:

10. Nicki Minaj e o exorcismo no Grammy de 2012

A performance de Nicki Minaj no ano passado foi, no mínimo, bizarra. A apresentação de quase cinco minutos dos seus, até então, novos singles “Roman's Revenge” e “Roman Holiday” incluía padres dançarinos, uma sessão de exorcismo e até levitação.

9. Sinead não quis mostrar o rosto no Grammy de 1990


Sinead O'Connor Black Boys on Mopeds por Celtiemama

Em 1990, a sempre polêmica Sinead O'Connor era um dos destaques do ano com o lançamento do elogiado I Do Not Want What I Haven’t Got, que traz o hit “Nothing Compares 2 U”. Após causar polêmica ao rasgar uma foto do Papa João Paulo II ao vivo durante uma performance no Saturday Night Live, a cantora resolveu boicotar o Grammy e se apresentar de costas. Como se atitude não fosse deselegante o suficiente, Sinead ainda se recusou a aceitar o prêmio de Melhor Performance de Música Alternativa, alegando que a premiação havia se tornado “comercial demais”.

8. [A falta de] look de Jennifer Lopez, no Grammy de 2000

Jennifer Lopez causou uma comoção mundial ao subir ao palco do Grammy, em 2000, com um Versace tão “discreto” que justifica o dress code adotado pelo evento neste ano, proibindo que artistas desfilem pelo tapete vermelho com roupas sensuais. Nem o pequeno broche que segurava o traje foi capaz de resgatar a dignidade perdida quando a cantora teve que lidar com gritos de “tira a roupa, tira a roupa!”.

7. Elton John & Eminem juntos, no Grammy de 2001

Elton John surpreendeu muita gente quando subiu ao palco do Grammy de 2001 para se apresentar com Eminem, que na época era constantemente apontado como homofóbico. O Twitter ainda não existia, mas as comunidades gays fizeram muito barulho em protesto pela elogiada – e inusitada - performance musical da dupla.

6. Lady Gaga e seu case de ovo, no Grammy de 2011

Lady Gaga escolheu o palco do Grammy para estrear o single “Born This Way”, que conta com uma performance inusitada, hoje já conhecida pelos fãs da cantora. Porém, mais do que pela apresentação, Gaga chamou atenção por desfilar no tapete vermelho do evento a bordo de um recipiente em forma de ovo segurado por “servos” seminus.

 

5. Ol' Dirty chateado com o resultado do Grammy, em 1998

Muitas pessoas ficaram indignadas com a invasão de Kanye West durante o discurso de Taylor Swift, que havia levado o prêmio de Melhor Video Clipe no VMA, em 2009. Mas, dez anos antes, o público do Grammy já havia passado por esse mesmo momento de constrangimento, quando o rapper Ol' Dirty Bastard se revoltou com a derrota do Wu Tang Clan para Puff Daddy na categoria Melhor Álbum de Hip-Hop e resolveu subir ao palco para demonstrar sua revolta com a escolha. O detalhe mais bizarro era que o Wu Tang nem estava entre os indicados ao prêmio.

 

4. Treta de Chris Brown e Rihanna, no Grammy de 2009

O casal Rihanna e Chris Brown está prestes a oficializar sua reconciliação no tapete vermelho do Grammy, no próximo dia 10. Curiosamente, uma das festas que antecipava o evento, em 2009, foi o palco de uma das maiores polêmicas da música, quando o cantor agrediu a caribenha após uma crise de ciúmes. Os graves ferimentos faciais de Rihanna fizeram com que os dois artistas cancelassem suas aparições na premiação, o que obviamente não foi suficiente para abafar a polêmica que circula pelos noticiários até hoje.

 

3. Milli Vanilli os reis do playback, no Grammy de 1990

A história de Milli Vanilli podia ter tido um final menos trágico, caso não tivessem revelado que o duo alemão nunca cantou suas próprias músicas. A dupla levou para casa o prêmio de Melhor Artista Revelação, em 1990, mas, após ser desmascarada, foi obrigada a devolver o prêmio - até hoje, a única decisão revogada pela academia. Os modelos Rob Pilatus e Fabrice Morvan, que compunham o grupo, apenas dublavam vozes gravadas por outros interpretes.

 

2. Bob Dylan e seu dançarino auxiliar, no Grammy de 1998

Todos querem um pedaço de Bob Dylan. Essa tese foi comprovada quando, no Grammy de 1998, um dançarino resolveu roubar a cena enquanto Dylan apresentava o clássico “Love Sick”. Após burlar a segurança, invadir o palco, e rasgar a camisa em plena transmissão ao vivo para o mundo, o dançarino escreveu no peito “Soy Bomb” e perturbou o veterano por pelo menos 40 segundos.

 

1. Whitney Houston morre um dia antes do Grammy, em 2012

O Grammy de 2012 perdeu uma de suas maiores estrelas. Algumas horas antes de sua apresentação em uma festa pré-premiação, Whitney Houston foi encontrada morta no hotel onde se preparava para a performance. A notícia do falecimento da cantora abalou o mundo da música e desfalcou de última hora a cerimônia do Grammy. Na ocasião, a premiação prestou uma pequena homenagem à Whitney, mas este ano promete dar a ela o tributo merecido.