NOTÍCIAS

Dua Lipa mostra em São Paulo por que é considerada a revelação do pop

Cantora se apresentou na noite desta quinta-feira para casa lotada; Chris Martin, do Coldplay, fez participação especial

por Rebecca Silva em 10/11/2017

Depois de campanha de fãs para que Dua Lipa fizesse um show solo no país – inicialmente, suas apresentações foram anunciadas somente como abertura da nova turnê do Coldplay no Brasil –, a cantora subiu ao palco da Audio, em São Paulo, na noite desta quinta-feira (09/11). Os ingressos se esgotaram em pouquíssimos dias, apesar de o mês estar disputado na cidade, com mais de uma apresentação internacional na mesma data.

A britânica, tida como revelação do pop - a campanha para o Grammy de Artista Revelação está forte -, mostrou em 1h20 que os fãs estavam certos: de carreira curta, com o primeiro disco, homônimo, lançado no meio deste ano, a cantora já tem presença e talento suficientes para ser mais do que uma atração de abertura. Enérgica, não parou um só minuto. Dua Lipa faz parte dessa nova leva de cantoras "atingíveis", diferente das grandes divas e estrelas do pop de antigamente, erguidas em um pedestal inalcançável de talento e perfeição. Ela é gente como a gente. A sensação é de que ela é nossa amiga, talentosa e moleca, que deu certo como cantora, pela espontaneidade transmitida ao público durante a apresentação.

dualipashowsp

Leandro Godoi / Audio

O vocalista e líder do Coldplay, Chris Martin, fez uma participação especial no show tocando piano na faixa "Homesick" e retribuindo o favor à cantora. Vale ressaltar – numa época em que cada vez mais artistas abusam do playback e das bases altas de fundo – que a apresentação foi toda ao vivo, com banda e destaque para os vocais, principalmente nas faixas mais lentas. Em certo momento, impressionada com a casa lotada, afirmou: "Nunca vivi nada como isso. É insano". O público brasileiro costuma deixar essa impressão mesmo. Em algumas músicas, era difícil ouvir a voz da cantora, como nos singles mais famosos "Blow Your Mind", "Be The One" e, é claro, o chiclete "New Rules", por causa do fervo da plateia, que cantou e dançou ao som do repertório.

Com postura confiante no palco em sua primeira turnê e carisma na medida para interagir com o público sem parecer estar forçando a barra, Dua Lipa dá baile em muitas cantoras com anos de carreira. E, enquanto a maioria das artistas no mesmo patamar, com pouco tempo de carreira e base de fãs segmentada no país, são trazidas para shows em festivais como forma de saciar a vontade dos admiradores e apresentar o trabalho para mais pessoas, ela inclui no currículo um show solo esgotado com a divulgação de apenas um single no Brasil, prestes a embarcar para a segunda parte de sua primeira turnê sozinha nos Estados Unidos, outra conquista para uma artista britânica.

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ausência
Marília Mendonça
2
Beijo de Varanda
Bruno & Marrone
3
Buá Buá
Naiara Azevedo
4
Olha Ela Aí
Eduardo Costa
5
Cada Um Na Sua
Fernando & Sorocaba
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Dua Lipa mostra em São Paulo por que é considerada a revelação do pop

Cantora se apresentou na noite desta quinta-feira para casa lotada; Chris Martin, do Coldplay, fez participação especial

por Rebecca Silva em 10/11/2017

Depois de campanha de fãs para que Dua Lipa fizesse um show solo no país – inicialmente, suas apresentações foram anunciadas somente como abertura da nova turnê do Coldplay no Brasil –, a cantora subiu ao palco da Audio, em São Paulo, na noite desta quinta-feira (09/11). Os ingressos se esgotaram em pouquíssimos dias, apesar de o mês estar disputado na cidade, com mais de uma apresentação internacional na mesma data.

A britânica, tida como revelação do pop - a campanha para o Grammy de Artista Revelação está forte -, mostrou em 1h20 que os fãs estavam certos: de carreira curta, com o primeiro disco, homônimo, lançado no meio deste ano, a cantora já tem presença e talento suficientes para ser mais do que uma atração de abertura. Enérgica, não parou um só minuto. Dua Lipa faz parte dessa nova leva de cantoras "atingíveis", diferente das grandes divas e estrelas do pop de antigamente, erguidas em um pedestal inalcançável de talento e perfeição. Ela é gente como a gente. A sensação é de que ela é nossa amiga, talentosa e moleca, que deu certo como cantora, pela espontaneidade transmitida ao público durante a apresentação.

dualipashowsp

Leandro Godoi / Audio

O vocalista e líder do Coldplay, Chris Martin, fez uma participação especial no show tocando piano na faixa "Homesick" e retribuindo o favor à cantora. Vale ressaltar – numa época em que cada vez mais artistas abusam do playback e das bases altas de fundo – que a apresentação foi toda ao vivo, com banda e destaque para os vocais, principalmente nas faixas mais lentas. Em certo momento, impressionada com a casa lotada, afirmou: "Nunca vivi nada como isso. É insano". O público brasileiro costuma deixar essa impressão mesmo. Em algumas músicas, era difícil ouvir a voz da cantora, como nos singles mais famosos "Blow Your Mind", "Be The One" e, é claro, o chiclete "New Rules", por causa do fervo da plateia, que cantou e dançou ao som do repertório.

Com postura confiante no palco em sua primeira turnê e carisma na medida para interagir com o público sem parecer estar forçando a barra, Dua Lipa dá baile em muitas cantoras com anos de carreira. E, enquanto a maioria das artistas no mesmo patamar, com pouco tempo de carreira e base de fãs segmentada no país, são trazidas para shows em festivais como forma de saciar a vontade dos admiradores e apresentar o trabalho para mais pessoas, ela inclui no currículo um show solo esgotado com a divulgação de apenas um single no Brasil, prestes a embarcar para a segunda parte de sua primeira turnê sozinha nos Estados Unidos, outra conquista para uma artista britânica.