NOTÍCIAS

Filipe Ret lança clipe de “Chefe do Crime Perfeito”

Faixa conta com a participação de MC Cidinho

por Redação em 25/07/2017

O rapper carioca Filipe Ret lança nesta terça-feira (25/07), em primeira mão para a Billboard Brasil, o clipe de “Chefe do Crime Perfeito”, que conta com a participação de MC Cidinho, fazendo uma ponte entre o funk e o rap.

“Meu rap bebe da mesma fonte que o funk carioca. O Rio de Janeiro criou o gênero da cultura urbana mais popular e autêntico do país, mas que sempre foi rejeitado, esculachado, simplesmente porque nasceu do povo e exalta a verdade do carioca: caótica e cheia de paradoxos”, justifica Filipe Ret. A faixa faz parte do segundo álbum do artista, RXVXL, lançado em 2015.

O clipe, dirigido por Gabriel Camacho, foi gravado no Rio de Janeiro e foca na ostentação, com direito a cordões de ouro, lancha, mansão, bebidas e mulheres.

Veja:

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Zé da Recaída
Gusttavo Lima
2
Só Pra Castigar
Wesley Safadão
3
Atrasadinha (Part. Ferrugem)
Felipe Araújo
4
Notificação Preferida
Zé Neto & Cristiano
5
Sofázinho (Part. Jorge & Mateus)
Luan Santana
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Filipe Ret lança clipe de “Chefe do Crime Perfeito”

Faixa conta com a participação de MC Cidinho

por Redação em 25/07/2017

O rapper carioca Filipe Ret lança nesta terça-feira (25/07), em primeira mão para a Billboard Brasil, o clipe de “Chefe do Crime Perfeito”, que conta com a participação de MC Cidinho, fazendo uma ponte entre o funk e o rap.

“Meu rap bebe da mesma fonte que o funk carioca. O Rio de Janeiro criou o gênero da cultura urbana mais popular e autêntico do país, mas que sempre foi rejeitado, esculachado, simplesmente porque nasceu do povo e exalta a verdade do carioca: caótica e cheia de paradoxos”, justifica Filipe Ret. A faixa faz parte do segundo álbum do artista, RXVXL, lançado em 2015.

O clipe, dirigido por Gabriel Camacho, foi gravado no Rio de Janeiro e foca na ostentação, com direito a cordões de ouro, lancha, mansão, bebidas e mulheres.

Veja: