NOTÍCIAS

Lady Gaga abre o jogo sobre saúde mental

Cantora recebeu prêmio pelo trabalho realizado pela Fundação Born This Way

por Redação em 12/06/2018

Lady Gaga sempre usou a sua influência para espalhar positividade e esperança às pessoas que estão enfrentando momentos difíceis. No último fim de semana, a cantora e a sua mãe, Cynthia Germanotta, receberam o prêmio Global Changemakers de uma instituição de caridade.

A dupla foi reconhecida pelo trabalho com a Fundação Born This Way, organização que trabalha para fornecer oportunidades genuínas para os jovens e plataformas para que suas vozes sejam ouvidas.

Gaga aproveitou a ocasião para falar sobre saúde mental e suicídio, usando como gancho as mortes de Kate Spade e Anthony Bourdain. Ela citou a bondade como forma de se aproximar daqueles que estão batalhando contra uma doença mental, já que as pessoas fragilizadas são mais propensas a falar sobre seus problemas com quem sentem compaixão.

"Sofri por muito tempo, publicamente ou não, com meus problemas de saúde mental. Mas eu realmente acredito que os segredos o mantém doente”, admitiu, ao falar sobre a fundação. “Unimos as pessoas para conversas reais e honestas e tentarmos ser bons. A bondade é a força que move tudo o que fazemos. É a lente que usamos para ver através de cada desafio. Para mim, quase todos os problemas nos quais você pode pensar podem ser resolvidos com bondade. Às vezes, as pessoas pensam que são frágeis. Mas são muito poderosas. Pode mudar a forma como você vê os outros, as comunidades e como trabalha. Mesmo a forma que nos sentimos sobre nós mesmos, sendo gentis. Precisamos de mais bondade no mundo.”

Gaga agradeceu a mãe por permanecer ao seu lado durante os dias mais difíceis. “Obrigada, mãe, por não ter medo dos meus pensamentos mais sombrios e por ter feito o que muitos não reconhecem ter efeito: segurar a minha mão e cuidar de uma organização que segura a mão de muitos outros. Eu te amo. A ideia de cometer suicídio é como um feitiço, então precisamos ter empatia. Sejam gentis e ajudem uns aos outros a quebrá-lo.”

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ausência
Marília Mendonça
2
Beijo de Varanda
Bruno & Marrone
3
Buá Buá
Naiara Azevedo
4
Olha Ela Aí
Eduardo Costa
5
Ainda Sou Tão Seu
Felipe Araújo
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Lady Gaga abre o jogo sobre saúde mental

Cantora recebeu prêmio pelo trabalho realizado pela Fundação Born This Way

por Redação em 12/06/2018

Lady Gaga sempre usou a sua influência para espalhar positividade e esperança às pessoas que estão enfrentando momentos difíceis. No último fim de semana, a cantora e a sua mãe, Cynthia Germanotta, receberam o prêmio Global Changemakers de uma instituição de caridade.

A dupla foi reconhecida pelo trabalho com a Fundação Born This Way, organização que trabalha para fornecer oportunidades genuínas para os jovens e plataformas para que suas vozes sejam ouvidas.

Gaga aproveitou a ocasião para falar sobre saúde mental e suicídio, usando como gancho as mortes de Kate Spade e Anthony Bourdain. Ela citou a bondade como forma de se aproximar daqueles que estão batalhando contra uma doença mental, já que as pessoas fragilizadas são mais propensas a falar sobre seus problemas com quem sentem compaixão.

"Sofri por muito tempo, publicamente ou não, com meus problemas de saúde mental. Mas eu realmente acredito que os segredos o mantém doente”, admitiu, ao falar sobre a fundação. “Unimos as pessoas para conversas reais e honestas e tentarmos ser bons. A bondade é a força que move tudo o que fazemos. É a lente que usamos para ver através de cada desafio. Para mim, quase todos os problemas nos quais você pode pensar podem ser resolvidos com bondade. Às vezes, as pessoas pensam que são frágeis. Mas são muito poderosas. Pode mudar a forma como você vê os outros, as comunidades e como trabalha. Mesmo a forma que nos sentimos sobre nós mesmos, sendo gentis. Precisamos de mais bondade no mundo.”

Gaga agradeceu a mãe por permanecer ao seu lado durante os dias mais difíceis. “Obrigada, mãe, por não ter medo dos meus pensamentos mais sombrios e por ter feito o que muitos não reconhecem ter efeito: segurar a minha mão e cuidar de uma organização que segura a mão de muitos outros. Eu te amo. A ideia de cometer suicídio é como um feitiço, então precisamos ter empatia. Sejam gentis e ajudem uns aos outros a quebrá-lo.”