NOTÍCIAS

Médico de Michael Jackson afirma que astro foi castrado quimicamente pelo pai

Conrad Murray condenou Joe Jackson pelo que fez com o filho e disse que espera que ele encontre “redenção no inferno” após morte

por Redação em 12/07/2018

O médico Conrad Murray, condenado por homicídio culposo na morte de Michael Jackson, chamou Joe Jackson de “um dos piores pais de todos os tempos”. Ele ainda disse que espera que o patriarca da família Jackson encontre “redenção no inferno.”

Em vídeo obtido pelo The Blast, Murray solta o verbo sobre tudo o que pensa sobre Joe Jackson, que faleceu no mês passado, aos 89 anos, de câncer terminal.

Mas a afirmação mais chocante é a de que Joe teria castrado MJ quimicamente. “A crueldade expressada por Michael sobre o que viveu nas mãos do seu pai... O fato de que ele foi castrado quimicamente para manter a voz aguda é algo que me deixa sem palavras”, disse o médico.

Em seu livro publicado em 2016, This Is It! The Secret Lives of Dr. Conrad Murray and Michael Jackson (É isto! As vidas secretas do Dr. Conrad Murray e Michael Jackson, em tradução livre), ele alega que Joe forçou o rei do pop a tomar injeções de hormônio na esperança de curar a acne de Michael e impedir que sua voz engrossasse.

Quando Michael faleceu, em 2009, ele estava sob os cuidados do Dr. Murray, que foi condenado pela morte do artista e passou quatro anos na prisão.

“Eu não derrubo uma única lágrima pela morte deste homem cruel e maldoso. Dizem que apenas os bons morrem cedo. Espero que Joe Jackson encontre rendeção no inferno.”

De acordo com o Radar Online, uma fonte próxima à família Jackson disse que eles não ficaram felizes com as palavras de Murray e já contataram seus advogados.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Ausência
Marília Mendonça
2
Beijo de Varanda
Bruno & Marrone
3
Buá Buá
Naiara Azevedo
4
Olha Ela Aí
Eduardo Costa
5
Ainda Sou Tão Seu
Felipe Araújo
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Médico de Michael Jackson afirma que astro foi castrado quimicamente pelo pai

Conrad Murray condenou Joe Jackson pelo que fez com o filho e disse que espera que ele encontre “redenção no inferno” após morte

por Redação em 12/07/2018

O médico Conrad Murray, condenado por homicídio culposo na morte de Michael Jackson, chamou Joe Jackson de “um dos piores pais de todos os tempos”. Ele ainda disse que espera que o patriarca da família Jackson encontre “redenção no inferno.”

Em vídeo obtido pelo The Blast, Murray solta o verbo sobre tudo o que pensa sobre Joe Jackson, que faleceu no mês passado, aos 89 anos, de câncer terminal.

Mas a afirmação mais chocante é a de que Joe teria castrado MJ quimicamente. “A crueldade expressada por Michael sobre o que viveu nas mãos do seu pai... O fato de que ele foi castrado quimicamente para manter a voz aguda é algo que me deixa sem palavras”, disse o médico.

Em seu livro publicado em 2016, This Is It! The Secret Lives of Dr. Conrad Murray and Michael Jackson (É isto! As vidas secretas do Dr. Conrad Murray e Michael Jackson, em tradução livre), ele alega que Joe forçou o rei do pop a tomar injeções de hormônio na esperança de curar a acne de Michael e impedir que sua voz engrossasse.

Quando Michael faleceu, em 2009, ele estava sob os cuidados do Dr. Murray, que foi condenado pela morte do artista e passou quatro anos na prisão.

“Eu não derrubo uma única lágrima pela morte deste homem cruel e maldoso. Dizem que apenas os bons morrem cedo. Espero que Joe Jackson encontre rendeção no inferno.”

De acordo com o Radar Online, uma fonte próxima à família Jackson disse que eles não ficaram felizes com as palavras de Murray e já contataram seus advogados.