NOTÍCIAS

#SetembroAmarelo Atitude 67: “Pedir ajuda é nobre”

Pedro Pimenta, vocalista e compositor do grupo, entra para a corrente da Billboard Brasil em prevenção do suicídio

por Rebecca Silva em 24/09/2018

Já ouviu falar em Setembro Amarelo? A iniciativa, criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), procura abrir espaço para promover discussões sobre o suicídio, de forma a alertar a população e quebrar tabus sobre o assunto.

A Billboard Brasil decidiu embarcar nesse desafio e pediu para artistas de diferentes gêneros musicais para abrirem o coração e escreverem cartas aos seus fãs. Ao longo desta semana, você poderá ler aqui no site as cartas de treze artistas brasileiros.

Pedro Pimenta, vocalista e compositor do Atitude 67, aceitou o convite para participar desta corrente. O grupo, apadrinhado por Thiaguinho, mal chegou e já impressiona com os números: os singles “Cerveja de Garrafa” e “Saideira” bombaram na internet – são 63 milhões e 36 milhões de views no YouTube, respectivamente.

“Meu irmão,

Apesar de ter te escrito tanto ultimamente, hoje gostaria de começar essa carta pelo fim. 

Entre as dores e as delícias de ser quem se é, viva as dores para que possa saborear as delícias!

Não estou escrevendo isso para dizer que está tudo bem. Isso está no cantinho do coração de cada um. Nós sabemos o quanto é difícil pedir e aceitar qualquer tipo de ajuda. Dentro da intolerância do nosso âmago, ajuda parece sinônimo de fraqueza. E aí por vezes desejamos manter nosso ego mais que nossa felicidade. Como a gente é bobo!

De tanto que tenho te escrito nos últimos tempos percebi que falava muito das delícias das coisas. Eu esqueci das dores. Acontece que fiz uma breve visita dentro de mim e entendi que havia esquecido o quanto sofrer faz parte! E confesso que não é fácil, você sabe bem como é.

Nesse exato momento estou escutando um disco do Belchior e ele acabou de dizer que “no escritório em que trabalho e fico rico, quanto mais eu multiplico, diminui o meu amor”. Nada é por acaso. Nada vem sozinho. A alegria não vem sem a tristeza. O dinheiro não vem sem a renúncia. O amor não vem sem a entrega. E sabe o que é mais incrível? O nome dessa música é “Paralelas”. 

Nunca confunda ajuda com favor! Pedir ajuda é nobre! E tenha certeza que é o maior ato de generosidade possível! Posso dizer isso com toda a razão que me cabe pois sinto que agora, quando escrevo para ti, escrevo principalmente para mim. 

Eu precisava dessa ajuda! Obrigado.

Talvez eu precise aprender que a angústia e a ansiedade são sensações da vida! Mais fácil conviver com elas que negá-las. Mais fácil aprender com elas que mascará-las. Mais fácil vivê-las. Mais fácil encará-las!

Pronto. Tá aí uma carta que era pra você e se endereçou para mim.

Ainda bem que lá em cima eu comecei pelo fim.

E é muito legal entender agora que todo fim pode ser um começo! Certo?

Mais uma vez! Com todo coração! Obrigado.

Pedro”

E não se esqueça: Se você precisar de apoio emocional, o CVV atende gratuitamente todas as pessoas que precisam conversar (de forma anônima), prestando um serviço de prevenção do suicídio, por telefone (188), e-mail e chat. Veja mais informações no site: https://www.cvv.org.br/

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Zé da Recaída
Gusttavo Lima
2
Só Pra Castigar
Wesley Safadão
3
Sofázinho (Part. Jorge & Mateus)
Luan Santana
4
Atrasadinha (Part. Ferrugem)
Felipe Araújo
5
Notificação Preferida
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

#SetembroAmarelo Atitude 67: “Pedir ajuda é nobre”

Pedro Pimenta, vocalista e compositor do grupo, entra para a corrente da Billboard Brasil em prevenção do suicídio

por Rebecca Silva em 24/09/2018

Já ouviu falar em Setembro Amarelo? A iniciativa, criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), procura abrir espaço para promover discussões sobre o suicídio, de forma a alertar a população e quebrar tabus sobre o assunto.

A Billboard Brasil decidiu embarcar nesse desafio e pediu para artistas de diferentes gêneros musicais para abrirem o coração e escreverem cartas aos seus fãs. Ao longo desta semana, você poderá ler aqui no site as cartas de treze artistas brasileiros.

Pedro Pimenta, vocalista e compositor do Atitude 67, aceitou o convite para participar desta corrente. O grupo, apadrinhado por Thiaguinho, mal chegou e já impressiona com os números: os singles “Cerveja de Garrafa” e “Saideira” bombaram na internet – são 63 milhões e 36 milhões de views no YouTube, respectivamente.

“Meu irmão,

Apesar de ter te escrito tanto ultimamente, hoje gostaria de começar essa carta pelo fim. 

Entre as dores e as delícias de ser quem se é, viva as dores para que possa saborear as delícias!

Não estou escrevendo isso para dizer que está tudo bem. Isso está no cantinho do coração de cada um. Nós sabemos o quanto é difícil pedir e aceitar qualquer tipo de ajuda. Dentro da intolerância do nosso âmago, ajuda parece sinônimo de fraqueza. E aí por vezes desejamos manter nosso ego mais que nossa felicidade. Como a gente é bobo!

De tanto que tenho te escrito nos últimos tempos percebi que falava muito das delícias das coisas. Eu esqueci das dores. Acontece que fiz uma breve visita dentro de mim e entendi que havia esquecido o quanto sofrer faz parte! E confesso que não é fácil, você sabe bem como é.

Nesse exato momento estou escutando um disco do Belchior e ele acabou de dizer que “no escritório em que trabalho e fico rico, quanto mais eu multiplico, diminui o meu amor”. Nada é por acaso. Nada vem sozinho. A alegria não vem sem a tristeza. O dinheiro não vem sem a renúncia. O amor não vem sem a entrega. E sabe o que é mais incrível? O nome dessa música é “Paralelas”. 

Nunca confunda ajuda com favor! Pedir ajuda é nobre! E tenha certeza que é o maior ato de generosidade possível! Posso dizer isso com toda a razão que me cabe pois sinto que agora, quando escrevo para ti, escrevo principalmente para mim. 

Eu precisava dessa ajuda! Obrigado.

Talvez eu precise aprender que a angústia e a ansiedade são sensações da vida! Mais fácil conviver com elas que negá-las. Mais fácil aprender com elas que mascará-las. Mais fácil vivê-las. Mais fácil encará-las!

Pronto. Tá aí uma carta que era pra você e se endereçou para mim.

Ainda bem que lá em cima eu comecei pelo fim.

E é muito legal entender agora que todo fim pode ser um começo! Certo?

Mais uma vez! Com todo coração! Obrigado.

Pedro”

E não se esqueça: Se você precisar de apoio emocional, o CVV atende gratuitamente todas as pessoas que precisam conversar (de forma anônima), prestando um serviço de prevenção do suicídio, por telefone (188), e-mail e chat. Veja mais informações no site: https://www.cvv.org.br/