NOTÍCIAS

#SetembroAmarelo Thalles: “Depressão não é uma fraqueza”

Artista interpretou Yoñlu em filme que conta a história do jovem brasileiro que cometeu suicídio após pedir ajuda em fórum na internet

por Rebecca Silva em 27/09/2018

 

Já ouviu falar em Setembro Amarelo? A iniciativa, criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), procura abrir espaço para promover discussões sobre o suicídio, de forma a alertar a população e quebrar tabus sobre o assunto.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o suicídio é a terceira causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos.

A Billboard Brasil decidiu embarcar nesse desafio e pediu para artistas de diferentes gêneros musicais para abrirem o coração e escreverem cartas aos seus fãs. Ao longo desta semana, você poderá ler aqui no site as cartas de treze artistas brasileiros.

Thalles divide seu tempo entre a carreira de ator e cantor, mas também aproveita para produzir e dirigir seus próprios clipes. Além de falar sobre temas cotidianos com a profundidade de suas letras e a caprichada estética do seu trabalho visual, Thalles interpretou Yoñlu no cinema. O filme, que está em cartaz, conta a história do jovem artista gaúcho que cometeu suicídio assistido – com a ajuda de pessoas de um fórum na internet – por sofrer de depressão.

THALLES CABRAL FALA SOBRE OS DESAFIOS DE INTERPRETAR YOÑLU

“Essa é uma carta de amor para todos os meus fãs que passam ou já passaram pela depressão.

Penso constantemente em vocês. Sei que a dor pode parecer insuportável e que as coisas podem parecer não muito boas agora e que estão fora do controle. Mas eu posso te dizer que fica mais fácil. Tenho certeza que há pessoas que te amam, que se importam com você e que vão te apoiar sempre - em qualquer circunstância.

Você pode pensar que chorar, se sentir vulnerável, assustado, triste, são sinais de fraqueza, mas não são. Sentir isso tudo faz parte de ser humano. Depressão não é uma fraqueza e está tudo bem admitir que tem. Você pode pedir ajuda. E prometo que é tudo bem admitir que precisa de ajuda. Não é motivo de culpa nenhuma e sim algo que pode e deve ser tratado. Não deixe de falar sobre como você se sente com as pessoas que você ama, família, amigos. Busque ajuda.

Existem coisas lindas por aí só esperando por você. Um mar de lindeza, sério.

Definitivamente você não está sozinho.
Sigamos!

Com amor e afeto sempre,
Thalles.”

E não se esqueça: Se você precisar de apoio emocional, o CVV atende gratuitamente todas as pessoas que precisam conversar (de forma anônima), prestando um serviço de prevenção ao suicídio, por telefone (188), e-mail e chat. Veja mais informações no site: https://www.cvv.org.br/

 

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Zé da Recaída
Gusttavo Lima
2
Só Pra Castigar
Wesley Safadão
3
Sofázinho (Part. Jorge & Mateus)
Luan Santana
4
Atrasadinha (Part. Ferrugem)
Felipe Araújo
5
Notificação Preferida
Zé Neto & Cristiano
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

#SetembroAmarelo Thalles: “Depressão não é uma fraqueza”

Artista interpretou Yoñlu em filme que conta a história do jovem brasileiro que cometeu suicídio após pedir ajuda em fórum na internet

por Rebecca Silva em 27/09/2018

 

Já ouviu falar em Setembro Amarelo? A iniciativa, criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), procura abrir espaço para promover discussões sobre o suicídio, de forma a alertar a população e quebrar tabus sobre o assunto.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o suicídio é a terceira causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos.

A Billboard Brasil decidiu embarcar nesse desafio e pediu para artistas de diferentes gêneros musicais para abrirem o coração e escreverem cartas aos seus fãs. Ao longo desta semana, você poderá ler aqui no site as cartas de treze artistas brasileiros.

Thalles divide seu tempo entre a carreira de ator e cantor, mas também aproveita para produzir e dirigir seus próprios clipes. Além de falar sobre temas cotidianos com a profundidade de suas letras e a caprichada estética do seu trabalho visual, Thalles interpretou Yoñlu no cinema. O filme, que está em cartaz, conta a história do jovem artista gaúcho que cometeu suicídio assistido – com a ajuda de pessoas de um fórum na internet – por sofrer de depressão.

THALLES CABRAL FALA SOBRE OS DESAFIOS DE INTERPRETAR YOÑLU

“Essa é uma carta de amor para todos os meus fãs que passam ou já passaram pela depressão.

Penso constantemente em vocês. Sei que a dor pode parecer insuportável e que as coisas podem parecer não muito boas agora e que estão fora do controle. Mas eu posso te dizer que fica mais fácil. Tenho certeza que há pessoas que te amam, que se importam com você e que vão te apoiar sempre - em qualquer circunstância.

Você pode pensar que chorar, se sentir vulnerável, assustado, triste, são sinais de fraqueza, mas não são. Sentir isso tudo faz parte de ser humano. Depressão não é uma fraqueza e está tudo bem admitir que tem. Você pode pedir ajuda. E prometo que é tudo bem admitir que precisa de ajuda. Não é motivo de culpa nenhuma e sim algo que pode e deve ser tratado. Não deixe de falar sobre como você se sente com as pessoas que você ama, família, amigos. Busque ajuda.

Existem coisas lindas por aí só esperando por você. Um mar de lindeza, sério.

Definitivamente você não está sozinho.
Sigamos!

Com amor e afeto sempre,
Thalles.”

E não se esqueça: Se você precisar de apoio emocional, o CVV atende gratuitamente todas as pessoas que precisam conversar (de forma anônima), prestando um serviço de prevenção ao suicídio, por telefone (188), e-mail e chat. Veja mais informações no site: https://www.cvv.org.br/