NOTÍCIAS

Venda de vinil ultrapassa lucro dos serviços digitais nos EUA

por em 28/09/2015

Uma nova pesquisa realizada pela Recording Industry Association Of America (RIAA) concluiu que as vendas de vinil no primeiro semestre deste ano renderam mais do que YouTube, a versão gratuita do Spotify e VEVO juntos.

Foram US$ 222 milhões em vendas de discos contra US$ 163 milhões arrecadados nos outros meios, de acordo com as informações da associação. Segundo ela, as vendas de LPs nos Estados Unidos entre janeiro e março deste ano foram 53% maiores do que no mesmo período do ano passado. Lançamentos atuais no formato também apresentaram um bom desempenho, com aumento de 37% no primeiro trimestre, em comparação a 2014.

Sob uma perspectiva ainda maior, as vendas de discos cresceram 260% desde 2009, com as vendas unitárias subindo para 9,2 milhões no ano passado contra 6,1 milhões em 2013.

Outro indicador desta alta e do potencial ainda maior de expansão é a quantidade de fábricas de vinil que surgem todos os meses no país.

  • HOT 100
    BRASIL
  • BILLBOARD
    200
  • HOT 100
    EUA
1
Beijo de Varanda
Bruno & Marrone
2
Buá Buá
Naiara Azevedo
3
Contramão
Gustavo Mioto
4
Ausência
Marília Mendonça
5
Olha Ela Aí
Eduardo Costa
RANKING COMPLETO
NOTÍCIAS

Venda de vinil ultrapassa lucro dos serviços digitais nos EUA

por em 28/09/2015

Uma nova pesquisa realizada pela Recording Industry Association Of America (RIAA) concluiu que as vendas de vinil no primeiro semestre deste ano renderam mais do que YouTube, a versão gratuita do Spotify e VEVO juntos.

Foram US$ 222 milhões em vendas de discos contra US$ 163 milhões arrecadados nos outros meios, de acordo com as informações da associação. Segundo ela, as vendas de LPs nos Estados Unidos entre janeiro e março deste ano foram 53% maiores do que no mesmo período do ano passado. Lançamentos atuais no formato também apresentaram um bom desempenho, com aumento de 37% no primeiro trimestre, em comparação a 2014.

Sob uma perspectiva ainda maior, as vendas de discos cresceram 260% desde 2009, com as vendas unitárias subindo para 9,2 milhões no ano passado contra 6,1 milhões em 2013.

Outro indicador desta alta e do potencial ainda maior de expansão é a quantidade de fábricas de vinil que surgem todos os meses no país.